Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

28/01/2016 08:15

MS tem 304 casos por dia de dengue, 270% a mais que o registrado em 2015

Midiamax

Mato Grosso do Sul registou 2.133 casos suspeitos de dengue na terceira semana de janeiro, uma média de 304 casos diários, segundo aponta o boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde) nesta quarta-feira (27). Os dados do boletim refletem a coleta de dados dos dias 17 a 23 de janeiro. Ao todo, o Estado já acumula 8.269 notificações em 2016.

A estatística fica ainda mais alarmante se comparada com os dados do ano passado: em 2015: a terceira semana de janeiro registrou um total de 576 notificações, uma média de 82 casos diários, ou seja, 2016 já registra 270% casos a mais que o mesmo período em 2015. O número parcial de notificações em 2016 já representa 18% do total de casos suspeitos do ano passado.

Incidência e número de casos
Considerando o total de notificações em 2016, Campo Grande continua sendo a primeira cidade com maior número de casos suspeitos, que somam 3.741. Já segunda cidade com maior número de notificações é Ponta Porã, a 315 quilômetros de Campo Grande, com 324, seguida de Dourados, a 230 quilômetros, com 323 notificações.

O município que detém a maior taxa de incidência de dengue é Caracol (66 notificações, ao todo), seguida por Nioaque (166), Dois Irmãos do Buriti (115), Guia Lopes da Laguna (91) e São Gabriel do Oeste (207). Já as cidades com menor incidência são Taquarussu, Inocência, Glória de Dourados e Bataiporã, respectivamente, que não registraram nenhuma notificação neste ano, e Itaquiraí, com apenas um caso suspeito. O índice de incidência leva em conta uma proporção entre o total de notificações e o total populacional - a Capital ocupa a 16ª posição entre os 27 municípios sul-mato-grossenses com maior incidência.

Também foram confirmadas 17 mortes por conta da dengue referentes a 2015. Foram três casos em Campo Grande e Dourados, dois em Sonora e um nas cidades de Corumbá, Coxim, Douradina, Juti, Itaporã, Paranhos, Três Lagoas, Maracaju e Miranda. Dois óbitos ainda são investigados em Caarapó e Ponta Porã.

Atendimentos
Entre 17 e 23, foi registrado um total de 2.375 casos atendimentos de suspeitos de dengue em Campo Grande. Estes casos não necessariamente geraram notificações. Os atendimentos em postos de saúde (UBS e UBSF) somaram 199 casos - destes, 19 com sinal de alarme. Nas UPAs (Unidade de Pronto-Atendimento), foram feitos 2.117 atendimentos (281 com sinais alarmantes). Já em hospitais, foram realizados 59 atendimentos - 24 com sinais de alarme. Nenhum caso grave de dengue foi registrado na terceira semana de janeiro.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)