Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/12/2007 08:00

MS revela talentos nacionais em concurso

Nessa semana, um contador de histórias e um artista plástico de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, receberam premiação na 9ª edição do Concurso Talentos da Maturidade, do Banco Real. Criado para incentivar a valorização de pessoas com mais de 60 anos, o concurso contou, esse ano, com 13 mil inscrições, totalizando mais de 149 mil, desde a primeira edição em 1.999. A cerimônia de entrega dos prêmios foi realizada em Brasília, no dia 12. Ao total foram premiadas 30 pessoas, cinco em cada categoria: Artes Plásticas, Literatura, Música Vocal, Contador de Histórias, Programas Exemplares e Monografia.

Além do troféu, os campo-grandenses Hilton Dia dos Santos, 62 anos, e Osvaldo de Matos Correia, 64, receberam sete mil reais, cada um. Hilton e mais quatro contadores de história do país, foram selecionados entre os 665 trabalhos inscritos nessa ed ição. A obra de Osvaldo, e de outros quatro artistas plásticos, foi destaque entre os 3.330 trabalhos enviados.

"É uma forma de aprender com essas pessoas, principalmente a ter respeito por elas, pelo conhecimento e vivencia que elas nos trazem, além de ser também uma oportunidade de recarregar nossas energias", disse o presidente do Banco Real, Fabio Barbosa.

Na apresentação dos ganhadores, o jornalista Alexandre Garcia, ressaltou a iniciativa. "Recentemente, o IBGE divulgou pesquisa sobre a estimativa de vida dos brasileiros apontando o índice cresceu de 54,6 anos, em 1960, para 72,3 anos. O acesso da população aos serviços de saúde, as campanhas de vacinação e os avanços da medicina foram os principais fatores que contribuíram para isso. E diante dessa realidade, premiações como essa são bem vindas".

Para o contador Hilton Dias dos Santos, a premiação é carregada de significados. Sua história “O milagre da fé”, relata trechos reais de sua vida. “O meu objetivo era deixar o relato para que meus filhos, netos e todas as outras gerações pudessem ouvir. Através da história, também tinha como desafio tocar as pessoas naquilo que mais precisamos hoje: a fé. Com uma historia real quero sensibilizar as pessoas, independentemente de qual seja sua religião, sobre a revolução que a fé provoca em nossa vida”, conta emocionado.

Para o artista plástico Osvaldo de Matos Correia a premiação é algo que jamais será esquecido. Sua obra “Riqueza do Pantanal – Preservação que deu certo”, retrata uma das atrações mais conhecidas do Pantanal Sul-mato-grossense: o jacaré.

Premiações

Criado em 1999, em homenagem ao Ano Internacional do Idoso, estabelecido pela ONU - Organização das Nações Unidas, o concurso tem como objetivo incentivar a produção cultural de pessoa s com 60 anos ou mais, valorizando a sua criatividade e memória cultural, ampliando seu potencial artístico e sua participação social, além de estimular a reflexão sobre a questão do envelhecimento.

Na categoria de Programas Exemplares foram inscritos, esse ano, 116 projetos. Os cinco selecionados, além da premiação em dinheiro, devem receber apoio para implantação e desenvolvimento. Em Monografia, a participação foi de 315 trabalhos. Em Literatura, foram 6.645 obras. Nessa categoria, entre os cinco ganhadores, o destaque foi Robelia Fernandes de Souza, de 69 anos, do Rio Branco, que é finalista desde a criação do concurso. Em Artes Plásticas, foram 3.300 obras. Em Música Vocal, participaram 1.932 cantores amadores e profissionais. Na categoria Contadores de História, criada há três anos, foram 665 inscrições.



Autor: Luciana Modesto

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)