Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

15/05/2018 08:20

MS reduz em 25% pontos vulneráveis à exploração sexual infantil nas BRs

Campo Grande News

Levantamento da PRF (Polícia Rodoviária Federal) mostra que em Mato Grosso do Sul houve uma redução de 25% nos pontos vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes em rodovias federais. O mapeamento é uma parceria entre a PRF e a ong Chilhood Brasil. Em 2014, eram 124 pontos, e em 2018 esse número cai para 93.

Em todo o Brasil o mapeamento encontrou 2.487 pontos vulneráveis em rodovias. Desse total,
489 foram considerados pontos críticos; 653, com alto risco; 776, com médio risco; e, por fim, 569 pontos foram avaliados como de baixo risco para exploração.

Dos 2487 pontos vulneráveis em todo o Brasil, 59,55% são em áreas urbanas. Os locais principais são postos de combustível, bar, casa de show, pontos de alimentação, pontos de hospedagem e outros comércios formais. Os principais estados são Ceará, com 81 pontos, Goiás, com 55 pontos, Pará, com 52 pontos, Minas Gerais com 48 e Paraná com 29. As rodovias mais críticas são a BR-116 com 114 pontos críticos, a BR-101 com 56 pontos críticos, a BR-153 com 37 e a BR-354 com 26.

A PRF também trabalhou de forma articulada com a CNDH (Comissão Nacional de Direitos Humanos), a CGO (Coordenação Geral de Operações) e a COINT (Coordenação de Inteligência) A CNDH, explica a PRF, realizou a capacitação dos multiplicadores dos 26 estados e Distrito Federal, coordenou o levantamento dos pontos vulneráveis com apoio da CGO e fcou responsável pela compilação dos dados e confecção da cartilha do MAPEAR.

A COINT ficou com os dados obtidos do levantamento, promoveu as reconfrmações dos pontos críticos e de alta criticidade com o objetivo de direcionar de uma forma mais precisa o trabalho da área operacional, enquanto a CGO, ficou responsável pelo relatório da área de inteligência, atuou nacionalmente nas operações repressivas Domiduca I e II.

Segundo a PRF, o mapeamento reduziu em 14% a existência de pontos em comparação com o mapeamento anterior. As operações também resgataram 121 crianças em situação de vulnerabilidade. As ações alcançaram 15.607 pessoas. Em Mato Grosso do Sul, as ações de prevenção alcançaram 250 pessoas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)