Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/12/2004 15:29

MS recolhe 27% mais embalagens de agrotóxicos em 2004

Waldemar Gonçalves Jr. / Campo Grande News

Mato Grosso do Sul recolheu 27,2% mais embalagens vazias de agrotóxicos entre janeiro e novembro deste ano do que no mesmo período de 2003, passando de 495,3 toneladas para 630 toneladas. Os dados são do InpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias).
No Brasil, a marca atingida chega a 13.170 toneladas, índice 91,9% maior que nos onze primeiros meses de 2003.
Responsáveis pelos maiores índices de recolhimento do País, os Estados do Paraná, Mato Grosso e São Paulo devolveram 60,6% do total recolhido no Brasil. Os agricultores destes Estados devolveram, respectivamente, 3.161, 2.842 e 2.304 toneladas de embalagens dos defensivos agrícolas utilizados, aponta o InpEV.
O instituto considera expressiva a evolução no recolhimento dos Estados este ano. Os agricultores catarinenses conseguiram elevar os índices de recolhimento em 266,6% (de 100 para 366,5 toneladas), os mineiros devolveram 250,5% a mais de embalagens em relação a 2003 (de 354,9 para 1.244 toneladas), o Mato Grosso recolheu 98,2% a mais de embalagens (passou de 1.434 para 2.842 toneladas), em São Paulo os índices de recolhimento aumentaram em 93,7% (de 1.189 para 2.304 toneladas) e o Paraná aumentou o volume devolvido em 64,5% (passou de 1.922 para 3.161 toneladas).
Os Estados da Bahia, Mato Grosso e Paraná, que entre janeiro e novembro de 2004 devolveram, respectivamente, 92,6%, 92,1% e 87,9% das embalagens dos agrotóxicos

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)