Cassilândia, Terça-feira, 13 de Novembro de 2018

Últimas Notícias

11/08/2018 07:40

MS recebe 80 mil turistas estrangeiros por ano, afirma ministro

Campo Grande News

O ministro do turismo, Vinicius Lummertz, participou, nesta sexta-feira (10) de evento do Prodetur (Programa Nacional de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo), mantido pelo governo federal. Em Campo Grande, o ministro afirmou que o turismo tem crescido mais que a economia e declarou que Mato Grosso do Sul recebe 80 mil turistas estrangeiros por ano.

Lummertz anunciou linha de crédito do Ministério, que oferece até R$ 5 bilhões para entes federados e empresas. Em Mato Grosso do Sul, ele anunciou a liberação de R$ 10 milhões para os municípios de Bonito e Bodoquena.

“Nós lançamos hoje uma rodovia nova, junto com o Ministério dos Transportes, e nós temos uma linha de crédito que não tem limite para que possa ser feita a tomada do crédito com três anos de carência e vinte anos para pagar. Ou seja, pode financiar qualquer projeto, inclusive o aquário, qualquer projeto que tenha viabilidade econômica. Se tem condição de atrair turismo, então é muito bom para linha de crédito”, comentou.

Segundo o ministro, há uma demanda dos municípios de Mato Grosso do Sul de R$ 60 milhões, além de R$ 10 milhões de pequenos e médios empresários. “Nós esperamos que, agora, com as novas rodadas de hoje e rodadas futuras nós teremos mais demandas. Nós vamos encaminhar essas demandas para que o patamar de investimentos suba aqui em Mato Grosso do Sul porque tem potencial, tem um potencial importante, mas precisa de investimento. Precisa organizar esse nível de endividamento para que o turismo seja beneficiado”, declarou.

Mais turistas – Hoje o Brasil recebe cerca de 6,6 milhões de turistas internacionais ao ano. O objetivo é dobrar esse número, conforme o ministro. Lummertz também declarou que o turismo interno é forte no país. Segundo o ministro, o desafio é melhorar a estrutura e para receber os turistas.

“Existe um turismo relevante interno e da região, mas nós precisamos de mais conectividade aérea, com voos mais baratos, por isso as reformas estão sendo propostas. Nós estamos já com companhias de baixo custo vindo voar para o Brasil”, comentou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 13 de Novembro de 2018
17:57
Cassilândia/Paranaiba/Chapadão
09:00
Santo do dia
Segunda, 12 de Novembro de 2018
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)