Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/07/2004 14:58

MS pretende reduzir em 15% as mortes de bebês e crianças

Irene Lôbo / ABr

Como o objetivo conhecer as circunstâncias de ocorrência de óbitos infantis e fetais, o Ministério da Saúde instituiu hoje, dia 14, o Comitê Nacional de Prevenção do Óbito Infantil e Fetal. Dados de 2002 do ministério e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)apontam que a taxa de mortalidade infantil no Brasil era de 26,5 mortes por mil nascidos vivos. Em 56% dos casos, as mortes foram decorreram de causas perinatais.

Em relação à mortalidade fetal (crianças que morrem antes de nascer), dados do mesmo ano apontavam no Brasil uma taxa de 12,1 mortes por mil nascimentos totais, vivos e mortos. A maioria dos óbitos também decorreu de causas que poderiam ser prevenidas.

Com a criação do comitê, o ministério pretende identificar fatores de risco e propor medidas para melhorar a assistência à saúde para a reduzir a mortalidade natal e perinatal (ligada ao pré-natal e à assistência ao parto e ao recém-nascido).

Durante a cerimônia, foi lançado um manual dos comitês de prevenção do óbito infantil e fetal. Com isso, o governo pretende cumprir o Pacto pela Redução da Mortalidade Materna e Neonatal e reduzir em 15% os atuais índices de mortes de mulheres e de bebês com até 27 dias de vida até o final de 2006.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)