Cassilândia, Sexta-feira, 28 de Julho de 2017

Últimas Notícias

25/12/2008 13:07

MS pretende distribuir 1,2 bilhão de camisinhas

Amanda Cieglinski , ABr

Brasília - O Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de DST e Aids, pretende distribuir no ano que vem 1,2 bilhão de unidades de camisinhas, que serão repassadas a estados e municípios. Essa meta representa quase o triplo do que foi distribuído em 2008, e que já havia quebrado um recorde: 406 milhões de unidades. O edital para a compra já foi publicado e a abertura das propostas está prevista para o dia 29 de dezembro. Segundo o ministério, é a maior compra de preservativos já realizada no mundo.

Em 2008, a quantidade de camisinhas já havia sido três vezes maior do que a disponibilizada no ano passado. O recorde anterior foi de 2003, quando foram distribuídas 257 milhões de unidades. Os preservativos são distribuídos em serviços públicos de saúde e ações do governo, sociedade civil e outras organizações, que trabalham na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

As empresas que ganharem a nova concorrência devem começar a produzir as camisinhas já em janeiro de 2009. Após firmar o contrato, o primeiro lote, com 325 milhões de unidades, deve ser entregue em 120 dias. A distribuição ganhará um reforço em 2009, com a primeira fábrica de camisinhas do Brasil, em Xapuri (AC). O primeiro lote, com um milhão de camisinhas, foi entregue ao ministério no último dia 18. A capacidade de produção da empresa estatal, que é a única a utilizar látex da seringueira na produção do preservativo, é de 100 milhões de unidades por ano.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 28 de Julho de 2017
Quinta, 27 de Julho de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 26 de Julho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)