Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/02/2009 18:30

MS: Negado mandado de segurança para regência de classe

TJMS

Em julgamento realizado na tarde desta quarta-feira (04), em sessão ordinária do Órgão Especial do Tribunal de Justiça de MS, a ACP Sindicato Campo Grandense dos Funcionários da Educação Pública teve negado o pedido de mandado de segurança , impetrado contra o Estado de MS, para pagamento do acréscimo de 20% a título de “regência de classe” ou “pó de giz”.

O Sindicato fundamentou a solicitação na Lei Complementar nº 109/2004, que daria direito aos professores integrantes do magistério estadual, a contar de fevereiro de 2007, o acréscimo de 20% a título de regência de classe. Após afastarem, por maioria dos votos, a preliminar de ilegitimidade ativa para a propositura da ação, todos os desembargadores denegaram a segurança, ou seja, o pedido foi rejeitado por unanimidade.

Ao emitir o seu voto, o relator do processo , desembargador Joenildo de Sousa Chaves, suscitou, no mérito da questão, a inconstitucionalidade da Lei Complementar nº 109/2004 por vício de iniciativa, uma vez que não partiu do chefe do executivo como determina a Constituição Federal. O relator lembrou ainda que a norma, na época de sua edição, em 2003, não previu dotação orçamentária, dependendo de lei específica para isso, e quando entrou em vigor carregou o “vício” para o governo seguinte.

A Procuradoria Geral de Justiça também havia opinado pela não concessão do mandado de segurança.

Mandado de Segurança nº 2007.006434-2

Autoria do Texto:Departamento de Comunicação

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)