Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/09/2005 13:45

MS muda regime para reduzir evasão fiscal

Fernanda Mathias / Campo Grande News

O governador de Mato Grosso do Sul, Zeca do PT, decretou mudança de regime que vai atingir de 8 a 9 mil contribuintes do setor varejista e deve proporcionar incremento de R$ 3 a R$ 4 milhões na arrecadação mensal de ICMS (Imposto Sobre Circulação de Serviços e Mercadorias), segundo o superintendente de Administração Tributária, Gladiston Amorin.

Com a mudança, contribuintes que estavam inscritos no regime de ICMS mínimo, cerca de 3 a 4 mil, e outros que operavam sem regime passam a se enquadrar no ICMS Garantido. Através dele a SERC (Secretaria de Receita e Controle) apura o valor devido de ICMS na entrada dos produtos, considerando a diferença em relação aos 17% da alíquota recolhidos na origem e uma margem de lucro presumida de 30% na venda dos produtos ao consumidor.

A emissão da guia de recolhimento respeita o calendário fiscal mas dá ao governo a segurança do recolhimento de tributos combatendo a evasão, segundo explica Gladiston. Até então o ICMS Garantido só atingia supermercados, mercearias e outros estabelecimentos do setor de alimentação. Agora vai atingir o comércio varejista como um todo, na aquisição de produtos de fora do Estado para comercialização.

A margem mínima de lucro, afirma Gladiston, considera custos operacionais, funcionários, aluguel e o próprio lucro. Se for superior na venda, o contribuinte recolhe em separado a diferença. O prazo para cobrança, através de boleto, deve variar de 15 a 45 dias conforme o giro do lojista, com uma média de 30 dias.

Os contribuintes que hoje estão no regime mínimo recolhem apenas a diferença entre o imposto recolhido na origem e o da venda, ou seja, agora vão pagar mais com a inclusão da margem de lucro presumida no preço do produto sobre o qual incide o ICMS. Os outros contribuintes vinham fazendo o recolhimento com base nas anotações de seus livros de controle de saídas e agora terão o lançamento do ICMS já no momento em que os produtos entrarem na loja. Em uma medida semelhante, em agosto o governo antecipou o recolhimento do ICMS sobre aparelhos celulares para entrada e não mais para ser recolhido no momento da venda.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)