Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

31/01/2008 18:26

MS já é o 2º Estado no país em casos de febre amarela

Ângela Kempfer/Campo Grande News

O número nem se comparam ao registrado a Goiás, mas Mato Grosso do Sul alcançou a segunda colocação na lista de casos de febre amarela no país. Até quarta-feira (30), o Estado estava empatado com o Distrito Federal, ambos com dois casos confirmados da doença. No final da tarde de ontem (30), boletim do Ministério da Saúde confirmou o terceiro infectado no Estado.

O levantamento não leva em conta a morte do empresário de Maracaju Nelson Machado Ribeiro, de 44 anos, no dia 24 de janeiro, com sorologia positiva para doença. O resultado definitivo deste caso só saíra em meados de fevereiro. O boletim do Ministério não aponta nenhuma morte pela doença aqui na região.

Os três casos confirmados até agora são de turistas que estiveram em Bonito. O mais recente foi de um paranaense de 26 anos que passou as férias no município. As outras duas pacientes internadas com febre amarela depois de passarem por Bonito vivem no interior de São Paulo.

Em Goiás já são 15 casos confirmados e 10 mortes, outros cinco pacientes apresentaram sintomas da febre amarela, mas os casos dependem de confirmação por exame. Em Mato Grosso do Sul são três confirmados, um em investigação e dois descartados. No Distrito Federal dois pacientes tiveram a doença e um caso ainda é investigado.

A confirmação chega em um momento em que o movimento nos postos de saúde de Campo Grande e do interior começa a voltar ao normal. Após 42 casos confirmados de rejeição a vacina no país, mais que o dobro do total de infectados pela febre amarela, algumas regras passaram a ser adotadas para vacinação. Em Corumbá, por exemplo, desde o início da semana 60 senhas são distribuídas apenas ao dia no posto central do município.

Em Campo Grande, os funcionários dos postos de saúde estão pedindo a carteirinha de vacina para verificar a necessidade da dosagem. Só deve ser novamente imunizados, quem não tomou a vacina há mais de 10 anos.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)