Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/08/2006 17:05

MS imita MT para reverter desastre ecológico

Juliana Andrade/ABr

As ações para recuperar o solo e a água em áreas degradadas da Bacia do Rio São Lourenço, no Mato Grosso, poderão servir de exemplo para salvar outro rio do Centro-Oeste. Nesta semana, cerca de trinta produtores rurais do Mato Grosso do Sul foram conhecer a experiência do estado vizinho, chamada de Projeto Cerrado Sustentável, para aprender a reduzir os danos ambientais causados por suas propriedades à Bacia do Taguari.

De acordo com o assessor de Meio Ambiente da Federação da Agricultura do Mato Grosso do Sul (Famasul), Josiel Quintino dos Santos, a Bacia do Taquari enfrenta sérios problemas e a ajuda poderá ser importante para diminuir os danos ambientais. O rio tem 787 quilômetros de extensão. “É um desastre ecológico muito grande, de proporções inimagináveis, com centenas de fazendas na região do Baixo Pantanal já alagadas por conta do assoreamento do Taquari”.

A visita dos proprietários rurais teve o apoio do Programa Pantanal, do Ministério do Meio Ambiente. Segundo o ministério, as agressões ao rio aumentaram nos últimos trinta anos. O coordenador do programa, Paulo Guilherme Cabral, explica que a idéia é ajudar a desenvolver um projeto semelhante ao Cerrado Sustentável no Mato Grosso do Sul. “Uma das formas que a gente identificou é conhecer o trabalho feito pelo governo de Mato Grosso para que os proprietários se convençam, inclusive, de que é um trabalho que dá resultados”, explica Cabral.

O objetivo do Cerrado Sustentável é identificar as áreas destruídas e, junto com os produtores rurais, buscar formas de recuperá-las. Criado em outubro do ano passado, é uma iniciativa da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, em parceria com a organização não-governamental The Nature Conservancy e a Federação da Agricultura do Mato Grosso (Famato). A expectativa é atingir duas mil propriedades rurais, numa área de 4,5 milhões de hectares.

Num primeiro momento, as ações consistem no cadastramento de propriedades rurais, de acordo com o coordenador do projeto pela TNC, Glauco Freitas. O resultado apontou a existência de mais de 1,2 mil propriedades rurais, segundo a assessoria de imprensa da Famato. As próximas fase do projeto serão o mapeamento dos danos ambientais e, depois, a implementação de ações para recuperar essas áreas.

“A gente vai identificar os passivos ambientais e depois promover formas, opções de regularização desses proprietários”, explica Freitas. Segundo ele, o Cerrado Sustentável não tem caráter punitivo, o foco é a educação ambiental. “Esse projeto acaba tendo um cunho de educação ambiental, porque, uma vez que a gente vem aqui, conversa com o proprietário, explica para ele o Código Florestal, as leis, as obrigações que ele tem. Mas de forma não punitiva”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)