Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

15/12/2011 07:17

MS: IBGE divulga resultados do PIB de 2009

IBGE

Os resultados da economia brasileira foram bastante influenciados pela crise econômica internacional. Em 2009, o PIB brasileiro apresentou queda em volume de 0,3% em relação ao ano anterior, isto é, reduziu seu valor, em termos reais, alcançando um total de R$ 3 022,21 bilhões e o deflator da economia foi de 7,2%. Em valores correntes, o resultado alcançado foi de R$ 3 239,40 bilhões e o PIB per capita atingiu R$ 16 917,66.

Na AGROPECUÁRIA a redução ocorreu basicamente devido à menor produção de milho (em grão), -13,9%; café (em grão), -12,8%; algodão herbáceo (em caroço), -27,3%; trigo (em grão), -16,1%; e soja (em grão), -4,2%. Além da queda na produção, alguns produtos apresentaram preços inferiores aos do ano anterior, como foram os casos do milho (em grão), do feijão (em grão), do café (em grão) e do trigo (em grão).


A INDÚSTRIA, apesar da elevação nos preços médios, teve perda de participação no valor adicionado bruto, passando de 27,9% para 26,8%. A indústria extrativa foi a principal responsável por essa perda. Em 2008, essa atividade gerava 3,2% do valor adicionado bruto total e, em 2009, passou a gerar 1,8%. A expressiva variação negativa dos preços, -48,3%, diminuiu a participação do valor adicionado bruto do subsetor de atividade petróleo e gás, de 2,1%, em 2008, para 1,1%, em 2009.

O setor de SERVIÇOS cresceu, em termos nominais, 10,5%, em 2009 e foi o único setor que apresentou crescimento real, 2,1%, no período. A participação no valor adicionado bruto total passou de 66,2%, em 2008, para 67,5%, em 2009. Destaque para o crescimento em volume, 7,8%, da atividade intermediação financeira, seguros e previdência complementar e serviços relacionados
(5) MUNICÍPIOS DE MS DETÉM MAIS DA METADE DO PIB DO ESTADO

No Estado de Mato Grosso do Sul, apenas (5) dos principais municípios representam mais da metade do PIB do Estado são eles:

1º - Campo Grande - R$ 11.645.484.000,00
2º - Dourados - R$ 3.003.284.000,00
3º - Corumbá - R$ 2 .715.507.000,00
4º - Três Lagoas - R$ 2.014.697.000,00
5º - Ponta Porã - R$ 821.486.000,00

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)