Cassilândia, Segunda-feira, 30 de Novembro de 2020

Últimas Notícias

17/11/2020 20:39

MS está sob alerta após vírus letal ser encontrado na Bolívia, confirma SES

Vírus Chapare foi identificado no país vizinho e é responsável por febres hemorrágicas

Mariane Chianezi e Mylena Rocha, Midiamax
Controle boliviano na fronteira com Corumbá. (Foto: Arquivo)Controle boliviano na fronteira com Corumbá. (Foto: Arquivo)

Após cientistas encontrarem indícios de transmissão do Vírus Chapare na Bolívia, um alerta do Ministério da Saúde foi encaminhado para Mato Grosso do Sul sobre a doença, que causa febres hemorrágicas, com sintomas que se parecem com a dengue e o ebola. Descoberta científica teria indicado que vírus se transmite entre humanos.

De acordo com a Vigilância em Saúde da SES (Secretaria Estadual de Saúde), o alerta foi feito através do Ponto Focal Nacional para o Regulamento Sanitário Internacional, que faz parte da vigilância em saúde nacional do Ministério da Saúde.

“O alerta foi encaminhado para o CIEVS Estadual de Mato Grosso do Sul e encaminhado para a Vigilância do município de Corumbá para que a Rede de Saúde se atente para possíveis casos suspeitos que atendam à definição”, disse a diretora da Vigilância em Saúde de MS, Larissa Domingues Castilho de Arruda.

 

O secretário de Saúde, Geraldo Resende, disse pela manhã que a informação da suspeita do vírus no país vizinho era muito recente, mas que é preciso cuidado. As informações ainda são muito recentes, já que a notícia sobre o novo vírus foi divulgado pela comunidade científica há menos de 24 horas, após estudos dos CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos).

A doença rara já havia matado quatro pessoas entre 2003 e 2019, porém, com a possibilidade de transmissão entre humanos, o risco de propagação aumenta. O vírus pode causar febres hemorrágicas, com sintomas parecidos com dengue e ebola, como febre, dor de cabeça, vômito, diarreia, dores nas articulações, erupções cutâneas e sangramentos nas gengivas – e pode levar à morte.

Acredita-se que o vírus seja proveniente de roedores e tenha sido transmitido a humanos por contato direto ou indireto com a saliva, urina e fezes de animais infectados. Com relação à transmissão entre humanos, a infecção pode acontecer por contato com os fluidos corporais do paciente ou durante procedimentos em ambientes de saúde. Pesquisas ainda devem ser feitas para entender como o vírus se espalha e causa doenças.

“O vírus é transmitido por alimentos e água contaminados pela urina e fezes de ratos infectados. Ainda está sendo estudada a transmissão de humano para humano”, disse SES em nota.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 30 de Novembro de 2020
08:20
Cassilândia
07:03
Cassilândia/Paranaiba/Inocência, Chapadão, Costa Rica, Aparecida
Domingo, 29 de Novembro de 2020
Sábado, 28 de Novembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)