Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/12/2004 07:25

MS economiza R$ 68,3 milhões com compras governamentais

André Felipe / Campo Grande News

Mato Grosso do Sul teve uma economia de R$ 68,3 milhões este ano com o controle do sistema de compras governamentais. Dos R$ 340 milhões previstos, o governo licitou R$ 282,4 milhões, segundo levantamento apresentado hoje pelo superintendente da Central de Compras e Suprimento, Waldomiro Morelli, ao governador Zeca do PT.
A principal modalidade de licitação continua sendo o pregão eletrônico que, neste ano, correspondeu a 86% de todas as compras, uma vez que economizou R$ 31,7 milhões. O pregão permite rapidez nas licitações, com ganho de qualidade e menor custo, além de ser um sistema transparente. Foram 368 processos na modalidade de pregão eletrônico com economia média de 31%.
Waldomiro Morelli apresentou ao governador também os resultados do sistema de registro de preços, através do qual o governo adquire em torno de 4,3 mil itens de produtos de uso contínuo, incluindo medicamentos. Essa modalidade de compras governamentais correspondeu a 26,68% das aquisições, que são programadas mensalmente, evitando-se o desperdício e o custo com a armazenagem de produtos que podem se deteriorar.
Dos 4.162 processos licitatórios realizados em 2004, houve 373 na modalidade de convite, 148 tomadas de preço, 124 concorrências públicas, 76 shopping, 125 pregões eletrônicos, 1.005 registros de preços, 2.305 dispensa de inexibilidades e cinco compras governamentais. Comparado aos anos anteriores, a economia obtida pela Central de Compras está assim distribuída: ano de 2002, economia de R$ 25,7 milhões; ano de 2003, R$ 35,1 milhões; e, em 2004, economia de R$ 68,3 milhões.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)