Cassilândia, Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

Últimas Notícias

25/12/2004 10:17

MS é um dos 14 estados que subiram o ICMS do telefone

Fernanda Mathias / Campo Grande News

Mato Grosso do Sul é um dos 14 estados brasileiros que nos últimos cinco anos aumentaram o ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre a conta telefônica, segundo pesquisa divulgada pela Folha on line. Além de Mato Grosso do Sul, também reajustaram a alíquota a 27% neste período a Bahia, Ceará, Paraná, Rio Grande do Norte e Sergipe.
Em Goiás passou para 26%, Pernambuco para 28%. Rio de Janeiro, Pará e Mato Grosso se nivelaram no patamar de 30%, que em janeiro passa a valer também na Paraíba. Rondônia subiu para 35%. Acre e Piauí, que cobravam 17%, estão no grupo dos 14 Estados que cobram 25%.
Parte dos aumentos veio no rastro da emenda constitucional 31, de 2000, que instituiu o Fundo de Combate à Pobreza e autorizou os Estados a aumentar o ICMS sobre produtos supérfluos em até dois pontos percentuais para financiamento do programa no âmbito estadual. O Rio aumentou sua alíquota em cinco pontos percentuais. Mas não é essa a visão do MPE (Ministério Público Estadual) local.
O promotor de Justiça de Defesa do Consumidor, Rodrigo Terra, abriu inquérito civil sobre o caso e diz que a Lei Geral de Telecomunicações qualifica a telefonia fixa local como serviço público essencial e é um erro considerá-la supérfluo. Ele vê falta de transparência na aplicação do dinheiro arrecadado. As empresas calculam que os Estados arrecadem um total de R$ 14 bilhões de ICMS por ano no setor.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 25 de Maio de 2018
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)