Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/05/2007 13:51

MS é o 5º Estado do País com menor número de solteiros

Fernanda Mathias - Campo Grande News

Nas últimas seis décadas a proporção de pessoas solteiras em Mato Grosso do Sul caiu de 62% da população de 10 anos de idade ou mais a 35,7%. O Estado que era o segundo em número de pessoas que não estavam vivendo conjugalmente e agora passou a ser o quinto com menos solteiros do País. Os dados fazem parte do estudo Tendências Demográficas, com base em análise de Censos dos anos de 1940 e 2000, divulgado nesta sexta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Outro dado revelado pelo estudo é que a população na década de 40 tinha mais homens do que mulheres. Eram 25.559 homens em Campo Grande e 23.051 mulheres. Já no ano de 2000 eram 322.703 homens e 340.918 mulheres.

Também ficou evidenciado o envelhecimento da população de Mato Grosso do Sul. Os estudos têm revelado a cada ano o aumento longevidade da população. Na década de 40 a proporção de idosos para crianças a adolescentes de até 15 anos de idade era de 6,4%. Passou a 24,7% no ano de 2000.

Assim como ocorre em nível nacional houve crescimento expressivo na população que vive na Capital em detrimento do interior. Dos moradores de Mato Grosso do Sul, 31,9% viviam em Campo Grande no ano de 2000 e 68,1% no interior. Já em 1940 eram 20,8% na Capital e 79,2% nos municípios do interior. A taxa anual de crescimento populacional na Capital no período foi de 4,48% contra 3,46% no interior.

Raça e religião – A pesquisa revela que a religião católica que reinava absoluta perdeu espaço para a evangélica, que teve uma explosão de crescimento no número de seguidores. No ano de 1940, disseram ser católicos 91,4% dos ouvidos pelo IBGE e no ano de 2000 eram 69,5% católicos apostólicos romanos. Já a proporção de evangélicos aumentou de 2,1% a 18,2%. Declararam não ter religião 8% dos entrevistados em 2000 contra 2,3% em 1940.

Também aumentou o número de pessoas que se consideram pardas. De 19,9% a 40,6%, enquanto os que se consideram brancos diminuíram de 1,9% a 54,7%. Já a proporção de pessoas que se consideram de cor preta caiu de 7% a 3,4%.

Quanto à alfabetização, eram analfabetos 48,1% dos moradores de Mato Grosso do Sul em 1940 e em 2000 eram 9,6%, sexta menor taxa do País. O campo empregava 29,2% dos habitantes do Estado em 1940 e 60 anos depois 19,5%.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)