Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/10/2006 09:37

MS é o 3º no País em número de promotores por habitante

Fernanda Mathias - Campo Grande News

Pesquisa sobre o Ministério Público Estadual realizada pelo Ministério da Justiça e divulgada nesta terça-feira mostra Mato Grosso do Sul com o terceiro maior número de promotores de Justiça por habitantes do País. São 6,41 promotores a cada 100 mil habitantes, número inferior apenas ao do Amapá (8,77) e Tocantins (7,44).

O crescimento do número de promotores por habitantes registrado no Estado de 2003 para 2004 foi de 13,05%, o sexto maior do País. O Estado tem preenchidos 82% dos cargos de promotor de Justiça existentes, contra uma média nacional de 76%.

Por outro lado Estado tem 52 membros inativos no Ministério Público a cada 100 que estão na ativa, o segundo maior índice do País. O Estado tem apenas 168 membros na ativa e 79 inativos, não chegam a ser dois na ativa para cada que está inativo.

A pesquisa também revela aumento, em um ano, de 25,9% das despesas executadas pelo Ministério Público em Mato Grosso do Sul, que passaram de R$ 62,7 milhões a R$ 79 milhões. O aumento de despesas foi o terceiro maior registrado no País. Gastou 1,3% de tudo com informatização, incide acima da média nacional, de 1,2%, embora não seja dos maiores. O valor médio da despesa do MP por habitante no Estado foi de R$ 35,42, quase o dobro da média nacional: R$ 19,80.

Computando somente os gastos e investimentos na estrutura física e aparelhamento da instituição foram R$ 0,83 por habitante, ainda assim o dobro da média nacional. Os salários dos promotores e procuradores em Mato Grosso do Sul estão entre os maiores do País, oscilando de R$17 a R$ 21 mil. Mais recentemente foi retomado o pagamento do auxílio-moradia de 20% sobre o vencimento. No Judiciário o gasto por habitante apurado em 2004 foi de R$ 83,04.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)