Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/09/2005 13:47

MS e MT devem proibir pesca profissional por 4 anos

Fernanda Mathias / Campo Grande News

Com a redução dos peixes nos rios, os governadores de Mato Grosso do Sul e do Mato Grosso, Zeca do PT e Blairo Maggi, irão decretar uma moratória de no mínimo quatro anos na atividade de pesca profissional, segundo a Sema (Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos). Os governadores estiveram reunidos ontem com o ministro de Aqüicultura e Pesca, José Fritsch, em Brasília, com presença também do secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, José Elias Moreira e do superintendente de Pesca, Thomaz Lipparelli.
Ele afirma que determinadas espécies, como o pacu, o dourado e o jaú, em algumas localidades do Estado já estão praticamente extintas. Os Estados devem publicar o decreto conjunto proibindo a pesca profissional até fevereiro do próximo ano, no período de defeso, em que a pesca é proibida. Os governos se comprometem a manter famílias que dependem da pesca que seria menos dispendioso que arcar com a depredação dos rios. O pescador deve ser subsidiado com um salário mínimo durante oito meses do ano. Nos quatro meses restantes – que corresponde ao período de Piracema - o pescador profissional já é beneficiado com o seguro-desemprego.
O seguro-moratória, como está sendo chamado o benefício, englobaria recursos de R$ 4 milhões ao ano destinados aos 1.284 pescadores profissionais devidamente regulares no Estado. Desse total, R$ 3 milhões caberiam ao governo do Estado e R$ 1 milhão ao governo federal (seguro-desemprego).
Na semana passada foi divulgado resultado da Operação Cardume que resultou na redução em 53% da lista de pessoas autorizadas a praticar a pesca profissional em Mato Grosso do Sul.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)