Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/02/2005 14:16

MS e GO: Prodeutores recebem mais pelo leite

Famasul Noticias

Esta semana os produtores goianos receberam o pagamento do leite entregue às indústrias no mês de dezembro e, em muitos casos, as cotações ficaram entre R$ 0,01 e R$ 0,02 centavos mais altas que o valor pago em dezembro. Em valores absolutos, os números são pequenos, mas muito significativos porque indicam uma tendência de elevação dos preços. A média de preço do litro ficou em R$ 0,53, com variações entre R$ 0,46 e R$ 0,61, dependendo do volume entregue, da região e da empresa.

De acordo com o economista Edson Alves Novaes, assessor da área de pecuária leiteira da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), o cenário atual leva a crer que a pecuária leiteira terá melhor desempenho este ano, principalmente em relação aos preços pagos aos produtores. O principal fator é a oferta de matéria-prima muito ajustada à demanda, no momento em que o País sai da condição de importador e passa a exportador de lácteos.

Tendências

Com a oferta menor, exportações em expansão e tendência de aumento do consumo interno em função da melhoria do desempenho da economia, a tendência é o leite in natura iniciar um processo de recuperação, principalmente a partir da segunda quinzena de fevereiro, quando as pessoas retomam a normalidade após as férias e o carnaval.

As exportações também devem aumentar. Em 2004, o faturamento com os embarques externos chegaram a US$ 95 milhões, contra apenas US$ 48 milhões em 2003. O crescimento foi de 96%.

Nos anos de 2002 e 2003, muitos pecuaristas que produziam leite decidiram colocar touros nelores nas matrizes leiteiras para obtenção de bezerros de melhor valor, justamente para compensar a perda de receita com o leite. O resultado negativo teve reflexos em 2004, situação que preocupa a Faeg.

Contudo, no segundo semestre do ano passado os produtores começaram a apostar novamente no leite. Se os preços se mantiverem remuneradores em 2005, os produtores tendem a retomar os investimentos, ampliando a oferta.

Mato Grosso do Sul

O preço do leite em Mato Grosso do Sul também está elevado. Os pecuaristas estão vendendo o produto, em média, por R$ 0,50 o litro. Em plena safra, essa situação no estado é atípica das demais regiões do país.

Esse valor representa diferença de 40% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o preço pago ao produtor não ultrapassava os R$ 0,30. A informação é da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul).

Autor:
O Popular/GO e Campo Grande News (por Aline Rocha), adaptado por Equipe MilkPoint

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)