Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/11/2015 11:26

MS demitiu 18 mil em um ano; só indústria fechou 15,1 mil vagas

Liana Feitosa, Campo Grande News

De setembro de 2014 ao mesmo mês deste ano, Mato Grosso do Sul teve fechamento de 18.358 postos de trabalho segundo dados do Caged (Cadastro Geral do Emprego e Desemprego). Entre essas demissões ocorridas em um ano, 15.176 ocorreram no setor industrial.

Os números fazem parte do levantamento Cartas de Conjuntura, elaborado pela Semade (Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico), e apontam que a construção civil foi o setor que mais encerrou vagas, com 9.689 demissões nesse mesmo período.

Nesses 12 meses a agropecuária foi o segmento com melhor resultado de contratações e abriu 84 postos de trabalho. Dos 25 setores analisados, entre indústrias, comércio e serviços, 16 tiveram queda, o que aponta para 9 setores com crescimento.

Com relação a empregos com carteira assinada, os melhores resultados foram registrados em segmentos também ligados à agropecuária e a serviços. Dessa forma, de janeiro a setembro de 2015 houve criação de 2.457 no ramo da agropecuária, 806 postos de serviços médicos, odontológicos e veterinários e 788 no setor de serviços de alojamento e alimentação.

Na indústria de transformação, os subsetores que tiveram maior abertura de vagas formais de emprego foram: indústria de papel (285), indústria de borracha, fumo e couros (102) e Indústria de calçados (28).

Entre os municípios do Estado que apresentaram os melhores resultados em relação à geração de vagas de setembro de 2014 a setembro de 2015 está Chapadão do Sul, com 484 postos, São Gabriel do Oeste, com 450, e Sonora, com 380.

Entre as cidades com piores resultados e, consequentemente, demissões de setembro de 2014 a setembro deste ano, está Campo Grande, com 4.680 demissões, Três Lagoas, com 1.637 e Naviraí, com 1.451.

Segundo a Semade, as Cartas de Conjuntura utilizam dados organizados e elaborados pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), por meio do Caged, e do MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), por meio da Secex (Secretaria de Comércio Exterior).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)