Cassilândia, Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

Últimas Notícias

28/11/2004 10:16

MS considerada área prioritária no combate ao mexilhão

Marta Ferreira / Campo Grande News

Relatório da força-tarefa Nacional, criada em abril para combater a proliferação do mexilhão dourado, um molusco encontrado em vários rios brasileiros, recomenda a elaboração e implantação de um plano para controle de espécies aquáticas invasoras. O relatório aponta que dois pontos em Mato Grosso do Sul são prioridades na implantação das ações, as bacias do Alto Paraná, na divisa com São Paulo e a bacia do Alto Paraguai. A força-tarefa foi coordenada pelo Ministério do Meio Ambiente. A sugestão é que sejam criadas, nestas regiões, coordenações regionais do Ibama (Instituto Nacional de Meio Ambiente e Recursos Renováveis), como forma de proteger os biomas aquáticos.
Segundo as informações da Agência Brasil, o plano deverá ser instituído por decreto a partir de gestões do MMA. O objetivo é descentralizar as operações e envolver as instituições locais no controle permanente do molusco. O resultado do trabalho da Força Tarefa Nacional será distribuído, a partir da próxima semana, às áreas infestadas pelo mexilhão dourado,
O mexilhão dourado, um molusco originário da Ásia, chegou ao Brasil em 1998. , transportado na água de lastro de navios de carga e se espalhou, a partir da Bacia do Prata, pelos rios da região Sul e Sudeste, atingindo o Pantanal de Mato Grosso. Hoje, é um dos maiores problemas para as empresas geradoras de energia elétrica e de abastecimento de água, porque entope filtros e tubulações dos sistemas, aumentando os custos de manutenção e ameaçando reduzir e interromper os serviços.
Como medidas imediatas para conter a disperção do molusco, a recomendação é de obrigatoriedade de pintura das embarcações que transitam nas áreas infestadas, com tinta antiincrustante, a limpeza das embarcações de pequeno porte, para eliminação de larvas e formas incrustadas; e a proibição de irrigação e de transposição de águas entre bacias infestadas e não infestadas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)