Cassilândia, Segunda-feira, 28 de Maio de 2018

Últimas Notícias

21/05/2016 07:15

MS atinge somente 72% da meta de vacinação

Campo Grande News

O Estado de Mato Grosso do Sul conseguiu atingir somente 72% da meta de cobertura vacinal contra a Influenza (gripe A ou H1N1) até as 17 horas desta sexta-feira, 20, conforme dados do Sipni (Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações), fornecidos pelo Datasus do Ministério da Saúde. Foi o quinto Estado com a menor imunização no país.

Das 582.399 mil pessoas do grupo de risco a ser imunizadas, apenas 419.666 haviam tomada a vacina. Mato Grosso do Sul ficou a frente do vizinho Mato Grosso e Roraima, ambos com 68,9% da meta; Acre (65%) e Rio Grande do Norte (70,7%).

Como o sistema é abastecido, on line, pelos municípios pode acontecer de algumas secretarias de saúde deixarem para informar os dados na segunda-feira, o que vai provocar alteração nos percentuais, por conta do último dia de vacinação para todos os grupos de riscos ter sido hoje.

A vacinação contra influenza na rede pública foi destinada a alguns grupos prioritários: crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes e mulheres até 45 após o parto, idosos, profissionais da saúde, povos indígenas, pessoas portadoras de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade e pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema penitenciário.

Nessa quinta-feira, 19, a SES (Secretaria de Estado de Saúde) anunciou a prorrogação do prazo da campanha para crianças, de seis meses até dois anos de idade, que passou para 30 de junho; e para gestantes, que vai até o final de novembro. A campanha iniciou no dia 30 de abril.

Meta - A meta do Ministério da Saúde era vacinar, pelo menos, 80% das 49,8 milhões de pessoas que compõem a população prioritária. Para isso, foram disponibilizadas pelo governo federal aos estados 54 milhões de doses da vacina. 100% das doses da vacina foram entregues pelo Ministério aos gestores estaduais até o dia 13 de maio, cumprindo com o acordo firmado no âmbito da CIT (Comissão Intergestores Tripartite), da qual fazem parte União, estados e municípios. Mato Grosso do Sul recebeu 722 mil doses, que foi repassadas para todos os municípios.

Na região Centro-Oeste, o Estado ficou a frente apenas do vizinho Mato Grosso, que chegou a vacinar 68,9% do grupo de risco determinado. Goiás imunizou 84,9% da meta e o Distrito Federal foi o campeão nacional na imunização contra a gripe, atingindo 94,29% do índice estipulado. Toda a região atingiu 80,5% da meta, ficando 3% da média nacional.

Campo Grande atingiu 71,3% da meta. Dos 166.344 pessoas a serem vacinadas, 118.742 foram imunizadas, conforme dados do Datasus. Os municípios de Jatei e Inocência foram os únicos que cumpriram os números determinados, 112,5% e 101%, respectivamente. Paraíso das Águas foi um caso a parte. Conforme os dados do Datasus, o município deveria imunizar 74 pessoas e vacinou 557, ou seja superou a meta em 7,5 vezes.

Dos 79 municípios, apenas em 11, a imunização superou os 90% do determinado. Com destaque para Bandeirantes (99,7%), Água Clara (97,65) e Naviraí, onde foi registrado quatro mortes, a cobertura chegou a 97,59%.

Alguns municípios, conforme dados do Ministério da Saúde, não atingiram nem 40% da meta. Laguna Carapã foi o que menos vacinou, apenas 635 pessoas do total de 2.272, sendo 950 indígenas. O sistema do Datasus aponta que nenhum índio foi vacinado.

Também constam entre os que menos imunizaram, Bodoquena (29,2%), Caarapó (32%), Amambai (38,5%) e Rio Verde de Mato Grosso (39,9%).

Dentre os grupos prioritários a serem imunizados, o que mais se aproximou da meta no Estado foi “os trabalhadores da saúde” (90,1%). Do total de 48.158 funcionários da saúde, 43.425 receberam a vacina. Os “idosos” foi o segundo grupo (83,3%), seguido pela mulheres até 45 dias após o parto (77,8%).

O grupo de “crianças” foi o terceiro com menor cobertura (67,5%), na frente apenas de gestantes (56,6%) e indígenas (51,6%), o grupo com menor imunização no Estado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 28 de Maio de 2018
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)