Cassilândia, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/04/2007 15:24

MS aguarda sinal da União para financiar dívida

O governador André Puccinelli (PMDB) disse que a proposta de financiar junto a bancos a dívida do Estado com a União já foi formulada e apresentada ao governo federal durante a reunião dos governadores com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Em entrevista ao Midiamax, André disse que Mato Grosso do Sul aguarda somente a sinalização do Planalto.

O governador disse ainda que o presidente Lula não autorizaria o Tesouro Nacional a negociar as cláusulas do contrato diretamente com os Estados, mas que permitia às unidades federativas negociar “uma solução de mercado”, ou seja, financiar em bancos, relatou André.

André explicou que o governo federal ainda não apresentou sob quais regras a negociação poderá ser feita, e que somente depois da autorização, ele vai iniciar as negociações com bancos. Entretanto, a movimentação dos agentes financeiros já começou. Há poucos dias, o governador recebeu visita de ‘cortesia’ do presidente de um banco privado.

Puccinelli disse que o assunto não será debatido hoje em jantar, em Brasília (DF), com o presidente Lula. O governador foi um dos 150 peemedebistas – entre ministros, parlamentares federais e governadores – convidados pelo presidente nacional do PMDB, Michel Temer (SP), e pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), para um jantar com o presidente.

A proposta de financiamento da dívida do Estado em bancos foi relembrada nesta manhã pelo presidente da Assembléia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB). O parlamentar disse que a dívida corrigida aproximada é de R$ 7 bilhões. Pelas regras do atual contrato, o serviço da dívida consome 15% do receita corrente líquida do Estado mensalmente.

Jerson lembrou que considerando o serviço da dívida, as vinculações orçamentárias, os repasses constitucionais, a folha de pagamento sobra pouco para o governo gerenciar.

Ontem, durante evento público, o governador havia dito que em 2007, o governo quase não poderá fazer investimentos além daqueles promovidos pelos fundos – Fecomp (Fundo Estadual de Combate à Pobreza), Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul) etc.



Alcindo Rocha - Midiamax

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)