Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/01/2013 15:28

MPF pede providências contra trote violento a 10 instituições

Campo Grande News/ Francisco Júnior

O MPF/MS (Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul) alertou as dez maiores instituições de ensino superior do estado para que tomem providências contra o chamado trote estudantil, realizado dentro e fora das universidades, a fim de prevenir atitudes violentas, humilhantes e constrangedoras contra os novos acadêmicos.

Caso ocorra situações deste tipo a instituição poderá ser responsabilizada. A recomendação foi encaminhada para Unaes (Centro Universitário de Campo Grande), UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), FCG (Faculdade Campo Grande), Facsul (Faculdade Mato Grosso do Sul), UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Anhanguera Uniderp, Estácio de Sá, Unigran (Centro Universitário da Grande Dourados), Uems (Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul) e UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados).

As atividades de recepção aos novos acadêmicos, realizadas pelos antigos alunos, não devem conter qualquer ação interpretada como violenta, humilhante ou constrangedora. A maioria das instituições de ensino do estado retomam as aulas no início de fevereiro.

As universidades devem promover medidas de segurança para impedir a prática de atividades violentas, humilhantes e vexatórias. Quando necessário, devem realizar a punição disciplinar das pessoas envolvidas em práticas agressivas, ocorridas tanto no interior das universidades como fora delas.

Em 2011, uma caloura do curso de nutrição da Universidade Anhanguera Uniderp foi obrigada a participar do trote. Segundo o boletim de ocorrência, após assistir duas aulas, a jovem teve os sapatos e a bolsa retirados e retidos por um grupo de estudantes, como forma de forçá-la a participar do trote.

Em 2012, veículos de comunicação noticiaram que um estudante da UCDB teria sido obrigado por outros alunos a ingerir gasolina durante um trote realizado próximo à universidade.

O estudante que se sentir agredido pela prática do trote pode denunciar o caso ao Ministério Público Federal, pessoalmente ou através do site www.prms.mpf.gov.br. É garantido o anonimato.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)