Cassilândia, Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

22/02/2010 13:01

MPE denuncia sobrinho de promotora por acidente

Campo Grande News/ Ângela Kempfer

Três meses depois de encerrado inquérito, o Ministério Público Estadual apresentou denúncia e a Justiça abriu processo contra o sobrinho da promotora Regina Broch.

O estudante Marcelo Broch, de 18 anos, responderá por lesão corporal grave, em decorrência de acidente no dia 21 de abril de 2009 que deixou a universitária Rayssa Favaro, de 19 anos, em coma e com lesões permanentes.

Depois de dez meses da colisão, o processo foi aberto no dia 19 de fevereiro, mas contraria o entendimento dos advogados de Rayssa, que pediam ação por tentativa de homicídio com dolo eventual, o que poderia levar o acusado a júri popular.

Mesmo assim, ao colocar o crime como lesão corporal “grave”, "o Ministério Público entendeu que ele assumiu risco ao dirigir em alta velocidade e sem Habilitação", diz Fábio Trad.

A tipificação, no entanto, livra Marcelo de ir a júri.

Caso condenado, ele pode receber pena de 2 a 8 anos de reclusão. "Mesmo primário, não cabem penas alternativas, nem suspensão de processo", explica o advogado.

Marcelo dirigia o veículo Honda Civic, sem habilitação, e acima da velocidade permitida. A carro pertence à promotora Regina Broch, mas ela garantiu que o sobrinho pegou as chaves sem autorização.

Entretanto, as investigações da Polícia Civil não comprovaram a declaração da promotora, que chegou a registrar boletim de ocorrência para investigar suposto furto do carro, que foi arquivado.

Rayssa ainda se recupera do acidente, com dificuldades para andar e lembrar do que ocorreu no dia 21 de abril. A faculdade de Direito na Anhanguera também teve que ser trancada.

O acidente que deixou Rayssa gravemente ferida ocorreu no cruzamento da avenida Mato Grosso com a rua Bahia, em Campo Grande. Laudos periciais apontaram que Marcelo dirigia a 103 km/h.

Após o acidente, Rayssa chegou a ser desenganada pelos médicos e ficou meses no hospital.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 22 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)