Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/01/2014 15:01

MPE abre inquérito para cobrar melhor qualidade da água na Capital

Campo Grande News

O MPE (Ministério Público Estadual) instaurou inquérito civil público para apurar a responsabilidade da Prefeitura Municipal de Campo Grande e do Estado e exigir melhor qualidade da água na Capital. O objetivo é reduzir a presença de substâncias que podem alterar o sistema hormonal das pessoas, segundo estudo publicado pela Unicamp (Universidade de Campinas) em setembro do ano passado.

A investigação será conduzida pelo promotor de Justiça Luiz Antônio Freitas de Almeida. Ele quer apurar a eventual responsabilidade do poder público municipal e estadual, que podem criar legislações suplementares à federal para exigir melhores índices no padrão de potabilidade da água disponibilizada à população.

O pedido de investigação foi feito por Silvio César Siravegna, que é funcionário do MPE.

No ano passado, estudo da Unicamp mostrou que a água servida em 20 capitais precisa melhorar muito. Segundo o pesquisador Wilson Jardim, do Instituto Nacional de Ciências e Tecnologias Analíticas Avançadas, cerca de 800 substâncias afetam o sistema hormonal e são conhecidas como contaminantes emergentes, mas não são reguladas por nenhuma lei ou regulamento.

Entre os produtos que contaminam a água estão materiais usados na higiene do ser humano. O promotor deve cobrar explicações da Prefeitura e do Governo do Estado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)