Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/09/2004 16:32

MP traz nova tabela de soldos dos militares

Agência Câmara

O Governo Federal editou na sexta-feira passada (17), uma medida provisória (MP 215/04) para atualizar a tabela do soldo (vencimento básico) dos militares das Forças Armadas. A MP regulamenta o aumento concedido pelo Congresso Nacional na semana passada. A partir deste mês, eles já recebem o salário com um reajuste de 10%.

Confira a nova tabela de soldos militares

Aprovação do Congresso
Na terça-feira passada (14), o Congresso aprovou um projeto (PL 49/04) que concede reajuste de 10% aos militares. O texto acrescenta a carreira militar das Forças Armadas entre as relacionadas no item de reestruturação de carreiras, ampliando em R$ 584 milhões os recursos para essa finalidade.
Na quarta, os parlamentares aprovaram outro projeto (PL 58/04) assegurando crédito suplementar ao Ministério da Defesa, de R$ 754,7 milhões, para custear o aumento.

Medida necessária
A correção das remunerações dos militares era uma medida necessária, na avaliação dos ministérios do Planejamento e da Defesa. O aumento não desrespeita a Lei de Responsabilidade Fiscal porque não afeta a meta de resultado primário estabelecida para este ano tendo em vista que foram consideradas no cálculo do resultado.
O reajuste deve alcançar 241 mil militares ativos, 133 mil inativos e 175 mil pensionistas.

Insatisfação
O deputado Jair Bolsonaro (PTB-RJ), que é capitão do Exército, afirma que os militares não estão satisfeitos com o aumento. Isso porque eles pleiteiam um reajuste de 33% para a carreira. Segundo o parlamentar, o último aumento concedido aos militares ocorreu em 2000.
No desfile de Sete de Setembro, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, as mulheres de militares que defendem o aumento salarial para seus maridos protestaram. Pelas regras das Forças Armadas, militares da ativa não podem fazer nenhum tipo de protesto. Bolsonaro adianta que as manifestações vão continuar a fim de conseguir um complemento de 23% a mais de aumento. "O que não pode é o Governo continuar se prevalecendo da disciplina e da hierarquia militar para ignorar ou para subjugá-los. Nós temos que partir para manifestação para acordar a sociedade e fazer com que a nossa voz chegue ao Congresso Nacional", disse o parlamentar.


Reportagem - Lucélia Cristina e Natalia Doederlein
Edição - Regina Céli Assumpção

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)