Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/02/2007 18:16

MP pede na Justiça estrutura para polícia em Cassilândia

Maristela Brunetto/Campo Grande News

O Ministério Público Estadual ingressou com uma ação civil na Justiça pedindo que seja dada infra-estrutura adequada à Polícia Civil de Cassilândia, no Bolsão. Aumento de efetivo, material de expediente, viatura e aumento da cota de combustível estão entre no pedido. Em outras cidades, como Ponta Porã e Naviraí, o MP também recorreu à Justiça pelas condições de trabalho da segurança pública.

Os promotores Fabio Ianni Goldfinger e Ronaldo Vieira Francisco apontam na ação que faltam policiais, viaturas em boas condições, material bélico (armas, algemas e munições) e até de expediente, como papel, e de limpeza. Eles apontam que tentaram solução administrativa mas não tiveram resposta.

No caso do combustível consta na ação que a cota mensal era de 265 litros e que com o racionamento no novo governo caiu a 20 litros semanais. Na ação, pedem o restabelecimento da cota normal. “É importante esclarecer que atualmente a Delegacia de Polícia de Cassilândia, além de atender a área urbana da cidade é responsável pelos Distritos Indaiá do Sul, Alto Tamandaré e Vila Santa Rita, contando com um efetivo de 10 funcionários, sendo 2 Delegados de Polícia; 4 Investigadores de Polícia Judiciária e 5 escrivães de Polícia, sendo uma com licença médica”, conforme a ação.

Em relação ao efetivo é pedido que sejam pedidos mais 4 agentes de policia, 1 perito e outro Delegado de Polícia. Os promotores pedem liminar até que seja julgado o mérito da ação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)