Cassilândia, Sábado, 29 de Abril de 2017

Últimas Notícias

11/06/2004 10:56

MP do salário mínimo tranca a pauta no Senado

Antonio Arrais e Gabriela Guerreiro/ABr

Como vem ocorrendo em quase todas as semanas desde 15 de fevereiro, quando foi aberta a sessão legislativa de 2004, a semana no Senado termina com a pauta trancada por uma medida provisória – a do salário mínimo. E com um complicador a mais: a vontade política dos senadores em votar a proposta de emenda à Constituição (PEC) que fixa o número de vereadores para as eleições municipais de outubro deste ano.

O quadro complicador está no fato de que para votar a PEC há necessidade de um quorum mais elevado (três quintos, ou 49 senadores) do que para votar uma medida provisória (maioria simples – presente a maioria absoluta dos senadores, ou 41 senadores, sendo necessário, então, 22 votos). Esse quorum maior para a PEC vai chamar mais senadores ao plenário a fim de votar a medida provisória, e essa mobilização pode representar derrota para o governo em aprovar o salário mínimo de R$ 260 no Senado.

Para evitar uma derrota e a votação de um valor maior – de R$ 275 – pela oposição, a base aliada do governo começará a se mobilizar já no início da próxima semana. Na terça-feira (15), os líderes se reunirão para discutir as chamadas medidas sociais complementares para compensar o mínimo de R$ 260, como isenção do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) nos produtos da cesta básica, o que aumentaria em cerca de 20% o poder de compra de quem recebe salário mínimo, entre outras.

A intenção é conter, dentro da base aliada, possíveis votos contrários à MP do salário mínimo. Um deles é o senador Cristovam Buarque (PT-DF), que condiciona seu voto favorável à MP à criação de medidas sociais compensatórias. “Só essa discussão pode garantir o voto do Cristovam”, disse a líder do PT no Senado, Ideli Salvatti (SC).

Outros senadores da base, como Paulo Paim (PT-RS), porém, já são contados como votos que se juntarão à oposição. Paim, que tem o salário mínimo há mais de 20 anos como sua principal bandeira política na Câmara e agora no Senado, já afirmou e reiterou sua posição contra os R$ 260. E vai além da oposição: quer um salário mínimo correspondente a US$ 100 – cerca de R$ 300. Paim disse que vai à reunião, mas só aceita um reajuste do mínimo acima dos R$ 260 e uma proposta, já fixada agora, para um reajuste do mínimo para o ano que vem. Sobre a posição de Paim, a senadora Ideli Salvatti relatou que o presidente Lula já não conta mais com o voto do senador.

A oposição conta com os votos dissidentes dentro da base do próprio governo para derrotar a medida provisória do salário mínimo de R$ 260 e tentar aumentar esse valor para R$ 275, como foi proposto na comissão mista pelo relator, deputado Rodrigo Maia (PFL-RJ). No Senado, a relatoria da MP ficou com o senador César Borges (PFL-BA), que vai manter o valor de R$ 275 derrotado na semana passada na Câmara.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 29 de Abril de 2017
Sexta, 28 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)