Cassilândia, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/12/2007 09:53

MP denuncia envolvido em canibalismo em Mundo Novo

Maristela Brunetto/Campo Grande News

Gilmar Alberto Wasckan foi denunciado à Justiça pelo promotor de Mundo Novo Etéocles Brito Júnior. Em 23 de novembro, junto com um adolescente de 16 anos, ele matou Aparecido Antônio da Silva e depois os dois praticaram verdadeira cena de canibalismo, comendo parte do fígado e coração da vítima e ainda bebendo o sangue. O caso veio à tona porque o próprio rapaz procurou a Polícia Civil logo após, de madrugada, sujo de sangue, e revelou o que ele e Wasckman tinham feito.

O promotor pede a condenação por homicídio por motivo fútil e ainda praticando sem dar chances de defesa à vítima. A denúncia inclui ainda o crime de vilipêndio do cadáver.

No texto, as informações que os próprios autores relataram à Polícia Civil. Consta que a vítima mantinha relações sexuais com o adolescente e iniciou uma briga ao flagrar o rapaz mantendo relações com Wasckman. Ele tinha uma faca e o autor outra. Quando Wasckman já tinha desferido vários golpes e derrubado a vítima, ele e o adolescente, que pegou a faca de Silva, continuaram ferindo-o e iniciaram uma verdadeira sessão de horror.

Eles retiraram os testículos, fígado e coração de Silva, e comeram parte dos dois últimos órgãos. Ainda beberam o sangue. No local do crime, a cena chocou policiais. O abdome da vítima tinha imensos cortes, parte dos órgãos estavam próximas ao corpo, as vísceras estavam expostas e Silva sofreu ainda um extenso corte no pescoço.

Forram arroladas pelo MP seis testemunhas, incluindo o adolescente.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)