Cassilândia, Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

03/05/2006 16:32

Movimento de produtores busca adesão de mais cidades

Maristela Brunetto e Paulo Fernandes / Campo Grande News

Os sindicatos rurais de 17 cidades que já apóiam e participam do SOS do Campo vão se mobilizar para buscar o apoio de mais municípios ao movimento, que defende melhores preços para a produção agropecuária. A iniciativa, que começou na semana passada, foi avaliada hoje em reunião na Famasul (Federação da Agricultura de Mato Grosso do Sul).
Ao final, foi definida a criação de um fórum, coordenado por três dirigentes rurais, para acompanhar a movimentação. Consta que cerca de 90 armazéns já teriam sido bloqueado por produtores.
Em duas rodovias do Estado- na BR-163, em São Gabriel D’Oeste, e na região de Chapadão do Sul- os bloqueios serão mantidos. Caminhões são retidos para evitar o transporte de grãos. Os sindicatos avaliarão a conveniência de manter os bloqueios nas estradas e até mesmo em agências fazendárias.
O propósito do movimento é despertar a atenção de quem não conhece a realidade da atividade agropecuária, apontando para a crise do setor, com baixos preços. " A população urbana tem que saber que não é somente por nossa causa (os protestos), mas que ela vai ser afetada. O frango, que está de graça, vai subir, outros produtos também vão subir", disse Tereza Cristina Corrêa da Costa, dirigente do movimento.
Integram o movimento produtores de São Gabriel, Bandeirantes, Chapadão do Sul, Fátima do Sul, Maracaju, Dourados, Douradina, Costa Rica, Ponta Porã, Sidrolândia, Amambai, Itaporã, Vicentina, Laguna Caarapã, Naviraí e Rio Brilhante.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Quinta, 21 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)