Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/05/2006 16:32

Movimento de produtores busca adesão de mais cidades

Maristela Brunetto e Paulo Fernandes / Campo Grande News

Os sindicatos rurais de 17 cidades que já apóiam e participam do SOS do Campo vão se mobilizar para buscar o apoio de mais municípios ao movimento, que defende melhores preços para a produção agropecuária. A iniciativa, que começou na semana passada, foi avaliada hoje em reunião na Famasul (Federação da Agricultura de Mato Grosso do Sul).
Ao final, foi definida a criação de um fórum, coordenado por três dirigentes rurais, para acompanhar a movimentação. Consta que cerca de 90 armazéns já teriam sido bloqueado por produtores.
Em duas rodovias do Estado- na BR-163, em São Gabriel D’Oeste, e na região de Chapadão do Sul- os bloqueios serão mantidos. Caminhões são retidos para evitar o transporte de grãos. Os sindicatos avaliarão a conveniência de manter os bloqueios nas estradas e até mesmo em agências fazendárias.
O propósito do movimento é despertar a atenção de quem não conhece a realidade da atividade agropecuária, apontando para a crise do setor, com baixos preços. " A população urbana tem que saber que não é somente por nossa causa (os protestos), mas que ela vai ser afetada. O frango, que está de graça, vai subir, outros produtos também vão subir", disse Tereza Cristina Corrêa da Costa, dirigente do movimento.
Integram o movimento produtores de São Gabriel, Bandeirantes, Chapadão do Sul, Fátima do Sul, Maracaju, Dourados, Douradina, Costa Rica, Ponta Porã, Sidrolândia, Amambai, Itaporã, Vicentina, Laguna Caarapã, Naviraí e Rio Brilhante.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 11 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
06:04
Fotogaleria
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)