Cassilândia, Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018

Últimas Notícias

26/04/2018 13:00

Motorista que se envolveu em acidente com morte diz que fugiu por medo

Esse foi o primeiro acidente com morte causado por motorista embriagado depois da mudança na lei que ampliou as penas

Campo Grande News

O motorista Alderson Fante da Silva, 33 anos, que atropelou e matou um jovem de 22 anos na noite de ontem, disse à polícia que fugiu por medo de ser linchado. Moisés Luis da Silva Oliveira foi atropelado na faixa de pedestre e morreu no local. O acidente aconteceu na noite de ontem (dia 25), no cruzamento das ruas Ceará com a Euclides da Cunha, no Bairro Santa Fé, em Campo Grande

Conforme o delegado Enilton Zalla, plantonista da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário, Alderson relatou apenas que seguia a 50 km/h, quando sentiu a pancada no carro e continuou o trajeto com medo da reação das testemunhas.

O acidente foi flagrado por câmeras de segurança de uma conveniência na região. Segundo o delegado, as imagens mostram dois rapazes atravessando a Ceará. Um deles acelera os passos. Enquanto que outro, Moisés, acaba atingido pelo veículo Volkswagen Up branco. “É nítido que os os pedestres foram surpreendidos". O cruzamento é sinalizado e o semáforo estava aberto para o automóvel.

Alderson foi preso em casa, no Bairro Carandá Bosque. “Ele apresentava sinais evidentes de embriaguez. Tanto que se recusou a fazer o teste do bafômetro. Já estou cansado de atender acidente causado por motorista embriagado. São muitos os crimes por causa da embriaguez ao volante”, explica a autoridade policial.

Alderson, que permanece preso na delegacia, foi autuado por homicídio culposo qualificado pela embriaguez, pela omissão de socorro e por ter atropelado vítima na faixa de pedestre. O carro que ele dirigia será periciado para saber se trafegava em alta velocidade.

Esse foi o primeiro acidente com morte causado por motorista bêbado depois da mudança na lei em vigor desde quinta-feira (dia 19), que ampliou as penas e passou a ter punições mais rígidas.

Caso - Conforme testemunhas, a vítima e mais dois amigos seguiam em direção a uma conveniência da região para comprar cigarros. O semáforo estava aberto para o veículo no momento da colisão e um dos colegas do rapaz ainda conseguiu atravessar a tempo. Porém, Moisés não consegui concluir a travessia na faixa de pedestre. Ele foi atropelado e lançado a 55 metros do ponto de colisão. O condutor, segundo a polícia, seguia acima de 100 km/h.

Mudança - Em vigor desde quinta-feira (dia 19), a lei federal 13.546/2017 ampliou as penas previstas no CTB (Código de Trânsito Brasileiro) para o condutor que, alcoolizado ou sob efeito de outras drogas, provocar acidentes de trânsito que levem a homicídio culposo (sem intenção de matar) ou lesão corporal grave ou gravíssima.

O homicídio culposo no trânsito causado por condutor alcoolizado ou sob efeito de drogas psicoativas, antes fixadas entre dois e cinco anos de prisão, agora ficam entre cinco e oito anos. Além disso, ele fica proibido de obter nova permissão para dirigir ou CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Em caso de lesão corporal grave ou gravíssima, a pena, de seis meses a dois anos, passa a ser de dois a cinco anos, com a possibilidade da suspensão ou perda do direito de dirigir. Outra mudança envolve a tipificação do crime de “racha” ou “pega”, descritos como participação em corridas em vias públicas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 22 de Outubro de 2018
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do Dia
Domingo, 21 de Outubro de 2018
11:00
Mundo Fitness
09:00
Santo do Dia
Sábado, 20 de Outubro de 2018
11:00
Mundo Fitness
09:00
Santo do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)