Cassilândia, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/02/2004 13:44

Motociclistas são quase metade dos mortos no trânsito

APn

O aumento da frota de motocicletas e do número de pessoas que se habilitaram para conduzir este tipo de veículo também traz um dado preocupante: o aumento de acidentes em Campo Grande, principalmente com vítimas fatais, com motociclistas envolvidos.

Dados da Divisão de Comunicação e Estatística do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS) comprovam que a frota de motocicletas cresceu de 26.776 no ano de 2001 para 36.885 em 2003, um crescimento de 28,17%. Nesse mesmo período a expedição de Carteira Nacional de Habilitação na categoria A, que autoriza a condução de motocicletas, foi de 18%, saltando de 553 em 2001 para 653 no ano passado.

Já o número de acidentes com motociclistas foi, percentualmente, bem maior. Se comparados os dados de 2001 para 2003, o aumento foi de 39,2%, saltando de 1.603 para 2.232 acidentes pelas ruas da Capital.
Gilberto Tadeu Vicente explica que “a frota de motocicletas cresce mais e mais rápido que a de outros veículos e pode explicar o aumento de acidentes. Entretanto, voltamos a apelar para que os condutores tenham a exata noção do veículo que pilotam, que além da agilidade, da comodidade, da economia de combustível traz também o perigo, necessitando mais atenção, cuidado e respeito no trânsito”.


Totais

Números da Divisão de Comunicação e Estatística do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul divulgados ontem mostram um aumento de 4.714 acidentes de trânsito no ano de 2000 para 5.595 no ano de 2003. Isso dá um total de 19% de aumento no período.

Já a frota de veículos teve um aumento próximo ao de número de acidentes, cerca de 26%, no mesmo período. Em 2.000 eram 178.198, e o ano de 2003 fechou com 223.697 veículos registrados em Campo Grande.
Já o número de infrações registrou uma significativa queda, se comparando os números dos anos de 2000 e 2003. Foram 126.517 multas registradas em 2000, contra 52.598 no ano passado, uma queda de 58% no total de infrações.


Vítimas

Porém, o que mais preocupa o Detran-MS é o aumento considerável de vítimas no trânsito da capital de Mato Grosso do Sul. Enquanto o total de acidentes aumentou em 19% em 4 anos, o número de vítimas (mortos e feridos) foi de 79%. Apenas para os mortos no trânsito, o aumento registrado é de 71%: de 28 mortos em 2000 para 48 em 2003. O número de feridos saltou de 1.899 para 3.395, ou 79% de aumento.

Para o diretor presidente do Detran-MS, Gilberto Tadeu Vicente, “o que mais preocupa é a violência dos acidentes, o que faz com que aumente tanto o número de vítimas. E a principal causa é, com certeza, o abuso de velocidade”.

Detran-MS

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)