Cassilândia, Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018

Últimas Notícias

21/09/2018 14:30

Morte de suspeito revela 'gambiarra' para burlar tornozeleira eletrônica

Segundo a Polícia Militar, o rapaz havia enrolado papel-alumínio na tornozeleira para tentar inibir o sinal emitido pelo equipamento

Campo Grande News

A morte do auxiliar de serviços Douglas Oliveira da Silva, 20 anos, que cumpria pena por furto qualificado e foi morto durante confronto com a Polícia Militar na noite de ontem (20), no Jardim Aeroporto, revela gambiarra para burlar o monitoramento da tornozeleira eletrônica.

Segundo a Polícia Militar, o rapaz havia enrolado papel-alumínio em volta da tornozeleira para tentar inibir o sinal emitido pelo equipamento. O controle de cada passo da pessoa monitorada eletronicamente é feito na Unidade Mista de Monitoramento Virtual Estadual, que funciona na Rua Joaquim Murtinho, em Campo Grande.

Os dispositivos usados para reduzir a lotação nas penitenciárias são monitorados via rede de dados de telefonia celular, satélite e radiofrequência. O controle é 24 horas, por meio de uma tela de 40 polegadas que comporta informações de até 300 tornozeleiras.

Caso - Segundo a Polícia Militar, Douglas que era monitorado por tornozeleira eletrônica, roubou uma motocicleta, celulares e a carteira da vítima, na tarde de ontem (21), na Vila Nasser. Após o crime, ele fugiu. Quando foi à noite, uma testemunha avistou o suspeito em uma conveniência do Jardim Aeroporto e acionou a PM.

Ao perceber a presença da equipe policial, o rapaz tentou fugir e armado com revólver calibre 32 atirou contra a equipe policial. Ele pulou vários muros de residências. Em das uma casa, na Rua Piquiá, Douglas escalou uma árvore e foi parar no telhado do imóvel, onde foi baleado com dois tiros no tórax. Na residência mora um casal com adolescente.

Hoje de manhã, a reportagem esteve no local, mas não conseguiu falar com os donos do imóvel. Uma vizinha, que não quis se identificar, disse que ficou assustada com a situação. O rapaz foi socorrido, mas morreu na Santa Casa. Douglas tinha várias passagens pela polícia por roubo e furto e respondia a processos na Justiça pelo mesmo crime.

A reportagem tentou contato com a Agepen (Agência Estadual e Administração do Sistema Penitenciário), mas não conseguiu contato até o fechamento desse texto.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 21 de Outubro de 2018
11:00
Mundo Fitness
09:00
Santo do Dia
Sábado, 20 de Outubro de 2018
11:00
Mundo Fitness
09:00
Santo do Dia
Sexta, 19 de Outubro de 2018
09:00
Santo do Dia
04:16
Cassilândia
Quinta, 18 de Outubro de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)