Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/03/2005 13:35

Morte de índios: Câmara Federal convova Funasa e Funai

Inara Silva / Campo Grande News

A comissão especial da Câmara Federa, que averigua a morte de crianças indígenas por desnutrição no Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul, terá audiência pública amanhã, em Brasília, às 13h30 (horário de MS). Foram convidados para os primeiros depoimentos o presidente da Funasa (Fundação Nacional de Saúde), Valdir Camarcio Bezerra; o coordenador da Comissão de Saúde Indígena da Funasa, Alexandre Padilha; o diretor de Assuntos Fundiários da Funai(Fundação Nacional do Índio), Arthur Nobre Mendes; o secretário de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, José Giacomo Baccarin; e o presidente da Funai, Mércio Pereira Gomes. Em seguida, os parlamentares vão continuar a votar requerimentos sobre a realização de audiências.
A comissão externa foi criada para aputar as mortes de crianças indígenas por desnutrição nos dois estados. Para o presidente da comissão, deputado Geraldo Resende (PPS-MS), é inadmissível a perda de vidas humanas por fome “no país do Fome Zero”. Ele destaca que as mortes estão ocorrendo em uma região que produz muitas riquezas. Mato Grosso do Sul é considerado "a meca do agronegócio brasileiro", o maior produtor e exportador de grãos do País, explica. As informações são da Agência Câmara.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)