Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

27/12/2013 10:51

Moradores se revoltam e impedem corte de energia em 190 residências

Campo Grande News

Moradores da Favela Portelinha, na região do Bairro Estrela do Sul, na saída para Cuiabá, revoltaram-se com o corte de energia elétrica no meio das festividades de fim ano e impediram o fim das gambiarras em 190 residências. A Polícia Militar foi chamada para intervir e evitar um confronto na manhã desta sexta-feira (27).

O tumulto começou com a chegada de quatro equipes da Enersul (Empresa Energética de Mato Grosso do Sul) para cumprir a ordem de acabar com os gatos, como são conhecidas as ligações clandestinas de energia elétrica. A confusão aumentou quando eles informaram que a ordem era da Emha (Agência Municipal de Habitação) e do perfeito Alcides Bernal (PP).

As 190 famílias se reuniram e impediram o corte da luz. Sem condições de trabalhar e temendo a reação da população, a Enersul chamou a Polícia Militar. O sargento Marcos Rubio afirmou a intervenção foi necessária para evitar tumulto e confronto. Ele acabou conversando com as equipes da Enersul para que os cortes fiquem para depois do Ano Novo.

O borracheiro Erkuiam Gimenez, 41 anos, contou que as famílias impediram o corte geral porque ninguém no bairro foi notificado da suspensão no fornecimento de luz elétrica. Ele disse que a medida iria prejudicar as famílias durante os festejos de Ano Novo.

Ele explicou também que as família serão removidas da favela para o Conjunto Izabel Garden, em construção na saída para Cuiabá. Então, os moradores vão pedir para a Emha intervir e garantir o fornecimento de energia até a remoção, prevista para março de 2014.

A dona de casa Rose Maria de Souza, 48, contou que precisa da energia elétrica porque os medicamentos ficam na geladeira. Ela realizou uma cirurgia para a retirada do mioma do útero há 20 dias e precisa de soro fisiológico e amoxicilina (antibiótico). Rose ainda ressaltou que há idosos, grávidas e recém-nascidos que precisam de energia na favela.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)