Cassilândia, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

12/04/2017 18:30

Moradores de casas do governo terão mais de um ano para regularizar dívidas

Campo Grande News

Moradores de casas populares incorporados à carteira imobiliária da Agehab (Agência Estadual de Habitação), que estão em situação irregular, ganharão mais de um ano de prazo para regularizarem suas residências junto ao governo. Deputados estaduais aprovaram, nesta quarta-feira (12), o projeto de lei 049/2017, de autoria do Executivo, que altera a lei que instituiu Programa de Regularização de Contratos de Imóveis.

 

O programa "Morar Legal – Regularização" estendeu o prazo que venceria no próximo dia nove de maio deste ano, até o dia 31 de maio de 2018. A proposta ainda passará por um segundo turno de discussões, conforme prevê o regimento da Casa, mas os parlamentares tendem a reproduzir o resultado da primeira votação.

De acordo com o governo, prorrogando o prazo, mais pessoas poderão aderir ao programa, deixando de estarem irregulares. Além disso, aos moradores que não são os beneficiários originais dos imóveis, que adquiriram a residência em um segundo momento, também será permitido transferir a casa para seu nome, diminuindo também a inadimplência.

Após o pedido, a Agehab terá um prazo de 90 dias para avaliar se o morador atende aos critérios previstos. Será preciso apresentar o contrato de aquisição do imóvel, não podendo ser proprietário de outra moradia, além de estar aberta (regularização) para pessoa física.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 21 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
06:20
Libertadores da América
Quarta, 20 de Setembro de 2017
21:22
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)