Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/03/2006 10:59

Moka vai à Justiça para anular volta do líder da bancada

Leandro Calixto / Campo Grande News

O deputado federal Waldemir Moka (PMDB-MS) promete entrar ainda hoje com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão da Câmara de validar a volta do deputado Wilson Santiago (PB) como líder da bancada do partido. “Temos documento que a comprova que volta dele foi fraudulenta”, afirmou Moka agora pouco ao Campo Grande News. Wilson Santiago retornou a função depois que o bloco governista conseguiu uma lista com a assinatura de 42 nomes. O regresso do deputado da Paraíba, inclusive, terminou em pancadaria entre vários deputados, em Brasília, no início da madrugada de quarta-feira.

Moka disse que não estava presente no momento da confusão. “Mas acho lamentável tudo o que aconteceu. Isto é conseqüência da falta de democrática interna no partido”, ressaltou o deputado, que na semana passada foi colocado como líder da bancada do partido depois que surgiu uma lista com 52 assinaturas. Moka garantiu que a lista que levou de volta Wilson Santiago para líder da bancada foi fraudulenta. Os deputados Cabo Julio (MG) e Vicente Chelote (DF) teriam dito no próprio plenário da Câmara que não votaram em Wilson Santiago. “Este problema no PMDB só vai acabar quando ocorrer eleição interna dentro do partido para escolha do líder. Este negócio de eleger o líder por assinatura é muito constrangedor”, afirmou Moka.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)