Cassilândia, Terça-feira, 20 de Outubro de 2020

Últimas Notícias

11/07/2020 13:30

Modelo para conservação do solo e da água será implantado em propriedades rurais

Objetivo é demonstrar como o uso adequado da terra, de acordo com sua aptidão, pode auxiliar na conservação e no aumento de produtividade das atividades agropecuárias.

Governo de Goiás
Modelo para conservação do solo e da água será implantado em propriedades rurais

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), prepara a implantação da primeira Unidade Demonstrativa de Gestão de Solo e Água do Estado. O projeto será desenvolvido na Estação Experimental da Emater em Araçu, município a 65 quilômetros da capital, e funcionará como Unidade Modelo para outros municípios.

O objetivo é implantar técnicas de manejo, no local, para conservação do solo e da água, de forma a demonstrar como o uso adequado da terra, de acordo com sua aptidão, pode auxiliar na sua conservação e aumento de produtividade das atividades agropecuárias. A Unidade Modelo também deve demonstrar o aproveitamento da área agrícola, considerando as propriedades do solo, a adequação às exigências ambientais, a declividade do terreno e as características das chuvas na região.

Além de representantes da Seapa e da Emater, também integram o comitê de implantação do projeto membros da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e da Universidade Federal de Goiás (UFG). O projeto também conta com o apoio do Sistema Faeg Senar e da Associação dos Irrigantes do Estado de Goiás (Irrigo).

Até o momento, para a implantação, foram realizados trabalhos de mapeamento hidrográfico da sub-bacia do Córrego Taquaral e da Bacia dos Rios dos Bois, da contribuição que será o objeto do projeto. A área possui 60 hectares e já foram identificadas as nascentes existentes, as áreas degradadas em que serão feitos trabalhos de revegetação e as estradas que deverão ser deslocadas e recuperadas. O local havia sido desmatado no passado para introdução de pastagem e, atualmente, é utilizado pela Emater para produção de grãos. Com o projeto, espera-se a revegetação das nascentes com transição de Cerrado para Mata Atlântica, do chamado "Mato Grosso Goiano".

De acordo com o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, a Unidade Modelo vai aproveitar a expertise dos técnicos do Governo de Goiás e da UFG para implantar técnicas de conservação do solo e da água, mostrando que é possível recuperar essas áreas, tornando-as mais produtivas e ambientalmente sustentáveis. "A implantação da unidade mostra mais um passo dado em conjunto entre o setor agropecuário e o meio ambiente, conforme a orientação do governador Ronaldo Caiado. Nós sabemos da importância da preservação desses dois grandes ativos, que são o solo e a água, e que são essenciais para a produção agrícola. Temos a convicção de que essa unidade será referência para todo o Estado e vai servir de modelo para implantarmos um movimento de recuperação do solo e dos mananciais por todo o Estado", avalia.

Conforme explica o superintendente de Engenharia Agrícola e Desenvolvimento Social da Seapa, José Ricardo Caixeta Ramos, assim que recuperada, a unidade sediará visitas técnicas e dias de campo com produtores rurais. "Devemos promover a etapa de recuperação da área ainda este ano e nossa expectativa é, em breve, promover ações junto aos produtores, fazendo do local uma área de difusão de tecnologias sustentáveis para o campo", completa.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 20 de Outubro de 2020
Segunda, 19 de Outubro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)