Cassilândia, Domingo, 19 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

04/01/2012 16:22

Modelo de carro concebido no Brasil vira produto global

Gilberto Costa, Agência Brasil

Brasília – A montadora Ford, de capital norte-americano, anunciou hoje (4) a produção global de um modelo de utilitário esportivo, o EcoSport, projetado por cerca de 1,2 mil engenheiros brasileiros e argentinos no centro de desenvolvimento da companhia em Camaçari, na Bahia. O carro, que deverá ser vendido em 100 países, será produzido nas fábricas da Ford na Bahia, na Tailândia e na Índia – onde o modelo foi também apresentado, simultaneamente ao evento em Brasília, no Salão do Automóvel de Nova Déli.

O governo festejou o anúncio: “nós já tivemos no passado modelos desenvolvidos no Brasil. O Brasil está reconquistando essa condição pela força da sua economia”, afirmou o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aloizio Mercadante. “O Brasil vai crescer e mostra que quer crescer com outra qualidade, por exemplo, atraindo centros de pesquisa e de desenvolvimento das indústrias mais importantes”, ressaltou.

Para o governador da Bahia, Jaques Wagner, o anúncio da montadora indica que a indústria brasileira pode agregar valor a seus produtos. “É um produto nosso que está virando item de exportação. Essa é uma mudança de patamar importante e alinhada com o pensamento da presidenta da República [Dilma Rousseff], que quer fazer do Brasil não uma plataforma de montagem e produção, mas uma plataforma de tecnologia, engenharia e design”.

A notícia da produção do novo modelo de automóvel no Brasil surge um ano antes de entrar em vigor a nova política industrial automotiva, que assegurará isenções de impostos à montadoras que investirem pelo menos 0,5% do seu faturamento em pesquisa e inovação, e produzirem carros com 65% das peças fabricadas no Brasil. “Quando se começa a exigir mais conteúdo local, vincula-se o incentivo fiscal à pesquisa e ao desenvolvimento. Empresas que têm mais tradição no Brasil, mais compromisso e interesse estratégico estão alinhados com essa perspectiva”, destacou Mercadante.

A concepção do carro ou de qualquer outro produto no Brasil não assegura que o dinheiro arrecadado com patentes por empresas multinacionais seja investido no país. “A parte de patentes depende de cada empresa, não é possível impor”, disse o ministro. Ele ressaltou, porém, que, quanto mais engenharia o país tiver, mais patentes vai ter. \"Mais royalties vamos receber, menos royalties vamos pagar.”

“O patrimônio é da empresa”, diz o governador Jaques Wagner, lembrando, porém, que “à medida que o lucro for maior aqui, uma parte desse lucro ficará no país”. De acordo com o governador, a fábrica da Ford em Camaçari, inaugurada em 2001, já goza de isenções dos tributos estaduais, que valem até 2015.

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) avalia que entre 2011 e 2015 as montadoras instaladas no Brasil investirão cerca de US$ 19 bilhões (média de US$ 3,8 por ano). O país é visto com grande potencial de crescimento para venda de automóveis. A média no Brasil é de seis habitantes por carro no Brasil, enquanto nos Estados Unidos (maior consumidor mundial) a média é de um carro por habitante.

Segundo a Anfavea, entre 2005 e 2011, a produção de carros no Brasil passou de 1,715 milhão de unidades para 3,420 milhões de unidades por ano. O país tem capacidade instalada parade produzir 4,5 milhões de carros por ano. A industria automotiva equivale a 5% do Produto Interno Bruto brasileiro e a um quinto do PIB industrial.

Segundo a direção da Ford, em cinco fábricas no Brasil, a empresa tem cerca de 14 mil empregados e pretende investir nos próximos anos até US$ 4,5 bilhões em modernização das unidades e aumento da produção. A companhia não anunciou quantos empregos o novo modelo poderá gerar. Também não foi informado oficialmente quando o carro chegará ao mercado, nem o preço.

Edição: Nádia Franco

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 19 de Novembro de 2017
Sábado, 18 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sexta, 17 de Novembro de 2017
19:49
Cassilândia
10:28
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)