Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

07/05/2005 07:39

Missão norte-americana vai avaliar carne brasileira

Lilian de Macedo/ABr

As exportações de carne brasileira para os Estados Unidos, suspensas "preventivamente" pelo governo brasileiro, podem ser autorizadas a partir do dia 16 de maio. Nesta data, uma nova missão de técnicos norte-americanos fiscalizará os 28 frigoríficos que exportam para aquele país.

Os agentes vão verificar as medidas do governo brasileiro para sanar falhas administrativas, de treinamento de pessoal e de auditoria dos estabelecimentos. Estes foram os únicos problemas apontados pela primeira equipe que esteve no Brasil em abril deste ano. "A missão norte-americana não detectou nenhuma falha grave que comprometesse a qualidade do produto", conta Costa.

A previsão do diretor do Departamento de Inspeção Animal do Ministério da Agricultura, Nelmo da Costa, é que a situação esteja normalizada até o final do mês. De acordo com ele, a decisão do governo brasileiro de suspender a venda do produto àquele país vai ajudar a acelerar o processo de autorização das vendas.

"A ação preventiva do ministério mostra a seriedade e a responsabilidade do governo brasileiro quanto ao assunto. Isso dá confiança ao mercado", explica Costa. O Brasil não exporta o produto refrigerado para os Estados Unidos porque os frigoríficos brasileiros não tem o certificado da vigilância sanitária norte-americana. Em compensação, as exportações de carne cozida ou enlatada ultrapassaram as 55 mil toneladas no ano passado. O que representa aproximadamente US$ 197 milhões ou 35% das exportações de carne brasileira, segundo dados do Ministério da Agricultura.

Os Estados Unidos já suspenderam as exportações de carne brasileira em 2000. Naquele ano, o produto foi recusado após alegações de que os lotes não respeitavam os padrões sanitários estabelecidos. Nelmo da Costa lembra que a retomada da comercialização demora, em média, entre seis meses e um ano após a solução do problema.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)