Cassilândia, Sábado, 27 de Maio de 2017

Últimas Notícias

30/04/2004 13:52

Missão africana conhecerrá tecnologia da pecuária de MS

Agência Popular
Edemir Rodrigues / ApnEdemir Rodrigues / Apn

Uma comissão integrada pelo ministro da Produção Animal da Costa do Marfim, Kobenen Kouassi Adjoumani, pela embaixadora daquele país no Brasil, Colette Lambin e outros seis diretores e altos funcionários públicos, está em visita oficial desde ontem a Mato Grosso do Sul para conhecer a tecnologia empregada na produção da carne bovina e do leite. Hoje pela manhã eles foram recebidos em audiência pelo governador Zeca do PT, que aproveitou a oportunidade para traçar um panorama da economia do Estado e convidá-los a visitar o Pantanal em outra ocasião, já que amanhã retornam à São Paulo de onde embarcam para a África.

Ontem, o ministro e a embaixadora visitaram o centro tecnológico da Embrapa Gado de Corte, na saída para Aquidauana, e ficaram surpresos ao reconhecer duas variedades de capins (mombaça e tanzânia) oriundos de seu país e que atualmente se destacam como as principais forrageiras do Estado. O ministro disse ter ficado impressionado com a alta tecnologia empregada pela Embrapa em pesquisas de melhoramento genético animal e vegetal e propôs um intercâmbio tecnológico entre Mato Grosso do Sul e Costa do Marfim.

“Quero disponibilizar meu gabinete ao governo de Mato Grosso do Sul com o objetivo de fazer uma parceria de irmandade, e terei muito prazer em receber o governador em meu país”, disse o ministro na audiência que teve com Zeca do PT. “Temos interesse na tecnologia da Embrapa para desenvolver a pecuária de corte e de leite”, revelou a embaixadora.

Sanidade – O governador Zeca do PT afirmou estar “honrado por receber pessoas tão ilustres” que puderam testemunhar “o enorme potencial econômico e turístico” de Mato Grosso do Sul. “Temos o maior rebanho do país, contribuímos com 50% de toda carne exportada pelo Brasil e além de gado, produzimos também frango e suínos.” Paralelamente ao esforço para integrar a América do Sul, o Brasil tem interesse em estreitar as relações com os países da África e da Ásia, disse o governador.

Num esforço para provar que o gado sul-mato-grossense não corre o menor risco de contrair a doença da vaca-louca - mal provocado pela ingestão de proteína animal e que afeta sobretudo o rebanho europeu -, o governador Zeca do PT provocou risos nos visitantes ao dizer que “aqui, a vaca é feliz porque pasta livre no campo, comendo só capim de qualidade que trouxemos da Costa do Marfim e namorando os nossos belos touros”.

A missão africana permanece até amanhã no Estado. Ao meio-dia, eles vão a Terenos, na Fazenda Santa Rosa, conhecer o Projeto Pacu de criação de peixes em cativeiro. Às 15 horas visitam a Fazenda 7 Estrelas, também em Terenos e amanhã de madrugada embarcam para São Paulo. O secretário de Produção e Turismo, José Antonio Felício, participou da audiência e acompanha as autoridades da Costa do Marfim na visita ao Estado.


Vestes típicas – O governador presenteou a embaixadora e o ministro com estatuetas de um índio e de um peão pantaneiros montados, e deu aos demais integrantes da comitiva vasos de argila feitos pelos índios kadwéus. Os presentes sensibilizaram os visitantes, que retribuíram no melhor estilo: vestiram o governador com o traje típico de seu país. O ministro explicou que a manta foi confeccionada a mão pelas artesãs de Costa do Marfim e que essa vestimenta só é utilizada pelos reis africanos, em datas festivas.

João Prestes - APn

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 27 de Maio de 2017
Sexta, 26 de Maio de 2017
10:01
Cassilândia
10:00
Receita do Dia
Quinta, 25 de Maio de 2017
13:00
Dicas de segurança
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)