Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/10/2005 15:03

Ministro estuda criação de fundo emergencial sanitário

Campo Grande News

A criação de um fundo nacional para atender emergências sanitárias, como o foco de febre aftosa recentemente detectado em Eldorado, está em análise por parte do governo federal, segundo informou ontem o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues, que esteve ontem na cidade sul-mato-grossense para verificar in loco o combate ao problema. O assunto será tema da reunião de hoje, em Brasília, com secretários de Estado e o governador Zeca do PT. Segundo o ministro, em entrevista a jornal Folha de S. Paulo, o fundo seria uma maneira de ressarcir produtores dos prejuízos causados por acidentes sanitários como o de Eldorado.

De acordo com Rodrigues, a proposta do fundo é criar um sistema que envolva todos os participantes da cadeia produtiva – do pecuarista ao distribuidor. O dispositivo seria criado com base nos fundos que já existem nos Estados, mas que atendem somente os produtores rurais.

O presidente do Fesa (Fundo Emergencial de Sanidade Animal) de Mato Grosso do Sul, Léo Brito – que também dirige a Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) – considerou a medida proposta por Rodrigues “excelente”. “Porém, é preciso definir com cuidado como cada um será contemplado. Os valores precisam ser proporcionais ao rebanho do Estado. Em Mato Grosso do Sul, por exemplo, precisamos considerar 24,4 milhões de cabeças de gado”, considerou.

O foco de aftosa foi anunciado pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) na última segunda-feira e, desde lá, um efeito cascata se deu nas negociações de carne do Brasil com o mercado externo: pelo menos 33 países decidiram restringir a compra do produto. O registro do caso de Eldorado foi o primeiro em Mato Grosso do Sul desde 1999, segundo informações do jornal.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)