Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/03/2010 08:35

Ministro do STJ nega pedido de prisão hospitalar para Arruda

Agência Brasil

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Fernando Gonçalves, negou hoje (18) pedido de prisão hospitalar feito pelos advogados do governador afastado José Roberto Arruda (sem partido).

O ministro enetendeu que o laudo médico apresentado pela defesa não comprova a necessidade de prisão hospitalar de Arruda que foi submetido hoje a um cateterismo.

Segundo a assessoria do STJ, assim que tiver alta médica hospitalar, o governador voltará para a Superintendência da Polícia Federal (PF), onde está preso preventivamente por tentar corromper uma testemunha do esquema de corrupção desmontado na Operação Caixa de Pandora da PF.

Os advogados de Arruda já impetraram um pedido de prisão domiciliar que ainda não foi analisado pelo ministro Fernando Gonçalves. O pedido foi remetido à Procuradoria-Geral da República (PGR) que dará um parecer.

Outro pedido feito pelos advogados tenta revogar a prisão preventiva decretada pelo STJ. O parecer da PGR, que deve ser remetido ao STJ nesta sexta-feira, 19, deverá defender a manutenção da prisão.

O preocurador-geral da República, Roberto Gurgel, avalia que o governador deve continuar preso até o fim das investigações da Operação Caixa de Pandora. Hoje a PGR requereu ao STJ a prorrogação do prazo das investigações por mais 30 dias.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)