Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

17/12/2009 18:31

Ministro do STF determina que Sean permaneça no Brasil

Lísia Gusmão , Agência Brasil

Brasília - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello concedeu liminar para que o menino Sean Goldman, de 9 anos, permaneça no Brasil. A liminar suspende a decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, no Rio, que determinou ontem (16) o retorno, em 48 horas, de Sean aos Estados Unidos, onde vive seu pai biológico, David Goldman.

O menino Sean deve permanecer no Brasil até o julgamento do mérito do recurso, quando o STF decidirá se Sean Goldman deve ser ouvido pela Justiça, como pede a avó materna. O julgamento, contudo, deve ocorrer somente em 2010 já que o recesso do Judiciário começa nesta segunda-feira (21).

"Ainda não ocorreu o exame de habeas corpus por meio do qual se busca garantir o direito de a própria criança, de início em idade suficiente para fazê-lo, pronunciar-se quanto ao retorno aos Estados Unidos, passados mais de cinco anos de convivência com a família brasileira, ou à permanência no Brasil considerado o ambiente de formação", disse o ministro Marco Aurélio Mello.

A avó materna de Sean, Silvana Bianchi, recorreu ao STF para assegurar a permanência do menino no Brasil antes mesmo que a Justiça Federal no Rio de Janeiro se pronunciasse sobre o destino do menino.

A guarda de Sean é disputada judicialmente de um lado, pelo padrasto e a família da mãe do garoto, e de outro, pelo pai biológico, o norte-americano David Goldman.

Sean foi trazido pela mãe Bruna Bianchi dos Estados Unidos para o Brasil há cinco anos. Depois do divórcio de David Goldman, Bruna Bianchi casou-se com o advogado João Paulo Lins e Silva e morreu de complicações durante o parto de sua segunda filha, em agosto de 2008. Desde então, arrasta-se na Justiça a disputa pela guarda de Sean entre o pai biológico e a família brasileira do garoto.








Edição: Aécio Amado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)