Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/05/2007 21:02

Ministro determina que partidos façam parte da ação

STF

O ministro Celso de Mello, relator do Mandado de Segurança (MS) 26603, impetrado no Supremo Tribunal Federal (STF) pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), determinou a citação dos partidos políticos aos quais os parlamentares ex-tucanos, citados na ação, se filiaram. Trata-se, no caso, do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e do Partido da República (PR), que passam a figurar na ação ao lado dos deputados federais que deixaram o PSDB desde o início da atual legislatura parlamentar.

Conforme o Mandado, o presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia, indeferiu o pedido do PSDB para que fossem empossados os deputados federais suplentes, pertencentes ao quadro da agremiação, tendo em conta a desfiliação de sete deputados eleitos pela legenda nas últimas eleições.

Em seu despacho, o ministro-relator ressaltou que esses partidos, agora citados, se beneficiaram, diretamente, da alegada infidelidade partidária dos deputados que abandonaram o PSDB. Assim, Celso de Mello afirmou que um eventual deferimento do mandado de segurança “terá direta e imediata repercussão na esfera jurídica de tais agremiações partidárias”.

Ao serem citados e passarem a integrar a ação, explicou o ministro, o PTB, o PSB e o PR poderão exercer o direito constitucional da ampla defesa e do contraditório, já que estão envolvidos na questão. A falta dessa medida, salientou Celso de Mello, “poderá importar em nulidade processual, consoante adverte a jurisprudência dos Tribunais em geral, inclusive a desta Corte”.

Por fim, o ministro determinou que o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) adote as providências necessárias, junto à secretaria do STF, para tornar efetiva a citação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)