Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/06/2009 06:13

Ministro da Justiça lança nova campanha da Lei Seca

Agência Brasil

Brasília - O ministro da Justiça, Tarso Genro, esteve ontem (9) em um bar de Brasília com o secretário executivo do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Barreto, e o diretor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Hélio Derenne, para o lançamento da campanha Não Deixe a Bebida Mudar o seu Destino que, além de conscientizar, comemora o primeiro ano de vigência da Lei 11.705, conhecida como Lei Seca.

A campanha começa amanhã (10) nas cidades de Brasília, Belo Horizonte, Florianópolis e São Paulo e deve terminar no fim de agosto.

Para o ministro, o resultado desse primeiro ano é positivo, embora a fiscalização tenha afrouxado nos últimos meses. “A Lei Seca já está mostrando resultados positivos naquelas regiões onde as autoridades estão fiscalizando. No começo houve aquele impacto e houve uma redução [no número de motoristas alcoolizados], mas depois houve um relaxamento. As pessoas deixaram de fiscalizar, até porque não estavam preparadas.”

O ministro afirmou ainda que a mudança no comportamento dos motoristas deve ocorrer a partir da conscientização dos brasileiros. “É um ato de consciência dos cidadãos. As pessoas chamam a lei de seca, mas não é uma lei seca. É uma lei que proíbe o motorista de beber. Isso protege vidas e não permite que famílias sejam destruídas. É um ato de legítima defesa não permitir que os motoristas bebam”, disse Tarso.

Para aprimorar e expandir a fiscalização nas estradas e rodovias do país, o Ministério da Justiça comprou 10 mil bafômetros que serão distribuídos entre as Polícias Militar e a Rodoviária Federal até o fim de 2009.

O diretor da PRF afirmou que, para uma fiscalização efetiva, os aparelhos que medem o teor de álcool no sangue não bastam. Segundo ele, deve haver também policiais nas ruas. “Nós temos o número de efetivo reduzido, são aproximadamente 10 mil policiais e o ideal seriam 13 mil. Isso é um dos vetores que irá reduzir o número de acidentes em decorrência do uso de bebidas alcoólicas”, disse Hélio Derenne

Nos próximos dias a Polícia Rodoviária Federal vai divulgar um balanço com os números e as estatísticas finais do primeiro ano de vigência da lei.

A Lei 11.750 está em vigor desde 20 de junho de 2008, em todo território nacional, determinando que todos os motoristas que forem flagrados depois de beber estarão sujeitos a multas e suspensão da carteira de habilitação por 12 meses, além de prisão em casos mais graves.

Edição: Antonio Arrais

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)