Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/08/2007 08:41

Ministro da Defesa quer orçamento maior para o setor

Vladimir Platonow/ABr

Resende (RJ) - O ministro da Defesa, Nelson Jobim, defendeu ontem (18) um orçamento maior para as Forças Armadas e o reaparelhamento do setor militar. “O presidente Lula já determinou este ano que nós elevássemos o teto para R$ 9 bilhões, e nós vamos caminhar para o reaparelhamento das Forças Armadas no sentido de que elas possam cumprir suas funções constitucionais e fazer com que a defesa seja exatamente uma questão nacional, algo que seja da agenda nacional”, afirmou.

Jobim participou da solenidade de entrega de espadins a 392 cadetes do primeiro ano da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende, sul do estado do Rio de Janeiro. Em discurso, ele ressaltou que uma nação não pode, nem deve, depender da sorte ou armas alheias para assegurar sua soberania e definir seu destino.

O ministro comentou a importância de reativar a indústria de armamento brasileira, que no passado já teve maior destaque. Segundo Jobim, para que isso aconteça é importante uma integração entre as Forças Armadas e o setor privado. "Nós vamos fazer isso [tornar a defesa parte da agenda nacional] em termos de possibilitar a integração das Forças Armadas com o desenvolvimento nacional.”

O ministro também demonstrou apoio para o projeto do submarino nuclear brasileiro. “Já foi assegurado dar ao orçamento do ano que vem R$ 130 milhões para o programa nuclear. E nisto está inserido o projeto Aramar [centro tecnológico experimental da Marinha, em Iperó (SP)].”

Perguntado se havia recebido algum pedido dos militares na Aman, Jobim respondeu: “O que os comandantes deixaram muito claro é que o patriotismo das Forças Armadas tem que ser honrado pelo setor civil”.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)