Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/09/2007 08:46

Ministro da Defesa diz que atrito foi superado

Vladimir Platonow /ABr

Rio de Janeiro - O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou ontem (8) que o atrito recente com militares, que criticaram o lançamento de um livro pelo governo sobre as vítimas da ditadura militar, foi ultrapassado. Ele participou de uma parada naval em homenagem aos 200 anos de nascimento do Almirante Tamandaré, patrono da Marinha, na capital fluminense.

“O assunto está absolutamente superado”, comentou. “Não há mais nenhum problema. Os militares compreenderam claramente que esse é o processo democrático. O governo federal, ao ter lançado o livro, determinou o início do encerramento de um processo histórico brasileiro. Não se pode pretender ocultar a memória. Não há nada mais teimoso que o fato. E não se ocultam fatos.”

Os comandantes das Forças Armadas não compareceram ao lançamento do livro Direito à Memória e à Verdade, no Palácio do Planalto, em 29 de agosto. A publicação atualiza as versões oficiais sobre mortes e desaparecimentos de 479 pessoas durante a ditadura (1964-1985). Três dias depois, após reunião com Jobim, o Exército divulgou nota oficial sobre o assunto, destacando que “fatos históricos têm diferentes interpretações, dependendo da ótica de seus protagonistas”.

Hoje, no evento no Rio, o vice-presidente da República, José Alencar, afirmou não ver qualquer insatisfação entre os militares, nem atrito entre Jobim e alguns chefes das Forças Armadas.

“Eu não vejo [disputa], porque está aqui presente o comandante do Exército, general Enzo [Peri], o comandante da Marinha [almirante Júlio Soares de Moura Neto], e só não esteve presente o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, por outras razões. O que há é um total entendimento e respeito a tudo aquilo que está sendo realizado pelo ministro, que assume em momento difícil, mas em condições de fazer um trabalho excepcional.”

Alencar completou: “As Forças Armadas primam pela disciplina, pelo respeito, pelo comportamento. É uma escola que, além da instrução militar, confere também a todos que passam por ela uma educação comportamental admirável”.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)