Cassilândia, Sábado, 25 de Março de 2017

Últimas Notícias

11/08/2004 14:56

Ministro concorda com rastreabilidade facultativa

Fernanda Mathias/Campo Grande News

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues, concordou esta manhã em encampar a proposta de que seja retirada a exigência de que 100% do rebanho bovino seja rastreada, durante reunião com representantes da Comissão de Agricultura e Pecuária, da Câmara Federal, em Brasília (DF). A informação é do presidente da Comissão, deputado Waldemir Moka (PMDB-MS) que esteve a frente das conversas.
Segundo ele, a partir do compromisso de mudanças no Sisbov (Sistema de Identificação de Origem Bovina e Bubalina), ficou acertado que a Câmara não entrará com decreto legislativo. Outro ponto acordado, além da rastreabilidade facultativa, é a identificação por propriedade rurais e não individual dos animais. “O que o consumidor deve saber é a procedência da carne que ele compra”, diz. O setor também pede que acabe a exclusividade das certificadoras e que o reconhecimento possa ser feito por associações de classe e órgãos de defesa, como o Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal). “O ministro vai chamar para ele essa responsabilidade e pediu um tempo para isso”, diz Moka. As articulações em torno da alteração do Sisbov ocorreram por conta da oneração do setor, que denunciou a nivelação dos preços da arroba bovina por baixo pelo setor frigorífico, se aproveitando da exigência. Assim, ao invés de ganhar bônus o produtor com animais rastreados estariam recebendo o valor de mercado enquanto que os outros tinham a arroba depreciada.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 25 de Março de 2017
06:20
Loterias
06:18
Loterias
Sexta, 24 de Março de 2017
23:20
Loteria
10:00
Receita do dia
Quinta, 23 de Março de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)